No ponto: Os erros de português do mundo do telemarketing

Uso excessivo do gerúndio e de expressões com significado errado são rotineiras em ligações telefônicas das empresas.

Cíntia Chagas
Compartilhe esta publicação:
ImagesBazaar/Getty Images
ImagesBazaar/Getty Images

Uso excessivo do gerúndio e frases como “para maiores informações” são os erros de português mais frequentes do telemarketing

Acessibilidade


Se me pedissem para escolher os dois maiores (ou mais recorrentes) erros de português no mundo do telemarketing, eu não titubearia. Escolheria os dois entraves linguísticos sobre os quais discorrerei neste texto.

O primeiro, sobre o qual você indubitavelmente acabou de pensar, é o gerundismo. Meu Deus! Como a presença de três letrinhas (ndo) pode irritar tanto, não é verdade? Não que o gerúndio seja feio ou errado, leitor. De jeito nenhum. O problema reside no excesso e no uso incorreto.

LEIA TAMBÉM: No ponto: A língua portuguesa tem lógica?

Tudo o que é repetitivo cansa, sabemos disso. Mas parece que o gerúndio cansa mais. Talvez pela ideia de ação prolongada transmitida por essa forma nominal do verbo, não sei.

O outro problema ocorre em frases como “Vou estar transferindo”, “Vou estar checando”, “Vou estar cancelando”… Ora, o gerúndio não aceita dois verbos antes dele, apenas um (estarei transferindo, estarei checando, estarei cancelando). Mas bonito mesmo, adequado mesmo é dizer transferirei ou irei transferir. E ponto.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

Ah, o segundo erro. Bem, é o tal do “Para maiores informações”. E quem quer saber de uma informação maior? Queremos mais informações, não é verdade? É isso. Chega por hoje, leitor, que eu ainda tenho (socorro!) de ligar para a operadora do meu celular.

Até semana que vem.

Cíntia Chagas é uma professora que sempre leva humor e conhecimento ao público. Escritora de dois best-sellers da editora HarperCollins, ela coleciona milhares de alunos nos cursos virtuais que ministra. Palestrante e instagrammer, provou que irreverência, humor e educação podem e devem andar juntos.

Os artigos assinados são de responsabilidade exclusiva dos autores e não refletem, necessariamente, a opinião de Forbes Brasil e de seus editores.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Compartilhe esta publicação: