No ponto: Repetir de novo é redundante?

Se repetimos, já é de novo. Mas isso não significa que a expressão é redundante. Tudo depende do contexto de que estamos falando.

Cíntia Chagas
Compartilhe esta publicação:
Johner Bildbyra/ Getty Images
Johner Bildbyra/ Getty Images

Falar que vai “repetir de novo” é algo redundante? A resposta é: depende. Um dos pontos a se observar é a quantidade de repetições

Acessibilidade


Repetir de novo é uma expressão redundante? Se a sua vida dependesse da resposta certa para essa pergunta, você viveria ou morreria, leitor? Vejamos.

Bem, se repetimos, já é de novo, correto? Não, nem sempre. Depende, leitor, da quantidade de repetições. Por exemplo, se uma professora, em sala de aula, repetisse um conceito pela primeira vez e dissesse que iria repetir de novo, teríamos uma redundância, afinal, tratar-se-ia da primeira repetição dela. Então, para que ela utilizaria o “de novo”? Bastaria dizer que repetiria.

SAIBA MAIS: No ponto: Três erros de português que você comete

Todavia, se os alunos não entendessem a matéria e pedissem uma segunda repetição do conteúdo, essa professora repetiria de novo sim. Ou seja, para utilizarmos a expressão em questão, é necessário que haja, no mínimo, duas repetições. Isso significa, então, que, antes de apontarmos o dedo para quem fala repetir de novo, devemos analisar o contexto, a situação em que o falante se encontra.

Dito isso, preciso perguntar: você teria sobrevivido a essa pergunta?

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

Espero que sim. Até semana que vem.

Compartilhe esta publicação: