Gympass, Cognizant, Uber, VOLL, Happn & Rappi

Divulgação

Gympass ajusta modelo de negócios para responder à crise

O unicórnio Gympass anunciou hoje (10) a reinvenção de seu modelo de negócios. A empresa, que nasceu como um benefício corporativo de atividade física, agora responde à crise com uma oferta virtual de bem-estar em casa, com serviços como terapia e meditação, bem como nutrição e atividade física. A Gympass lançou um pacote corporativo no valor de R$ 29,90, que reflete o novo posicionamento como um aplicativo holístico de bem-estar e traz recursos como treinos ao vivo com um time de mais de 500 influenciadores e celebridades como Bruno Gagliasso, Rafa Kalimann, Camila Queiroz e Camila Loures. Mais de 40 apps oferecem os serviços através da plataforma da Gympass, fornecidos por empresas como a Zenklub, TecnoNutri, BTFit, FitPlan, 8fit e a Zen App, startup de Santos (SP) que fornece um app de meditação. Desde o lançamento das soluções virtuais, introduzidas como resposta à crise da Covid-19 que fechou academias no mundo todo, o Gympass diz ter conduzido mais de 430 mil horas de atividades de forma online. Segundo a startup, a aceitação do novo formato foi superior à demanda presencial. A porcentagem de check-ins diários em aulas ao vivo está em 81% e em academias presenciais, o número não passava de 52%.

****
Cognizant se organiza para atrair ideias de Millennials

A Cognizant, multinacional de serviços de TI, criou um comitê global de millennials, jovens entre 23 e 35 anos de idade, para acelerar a criação de projetos e desenvolvimento de soluções tecnológicas. O Millennial Council tem 45 colaboradores de diversos países, incluindo o Brasil. Segundo a empresa, o projeto tem o objetivo de “ouvir outras gerações e se atualizar em relação a novas tendências, inovação e como as pessoas estão agindo”. Para se inscrever, além de estar na faixa etária denominada millennial, os colaboradores precisam ter mínimo de dois anos de atuação na empresa, cargo abaixo do nível de gerência e inglês fluente para se comunicar em nível global e executivo, bem como disponibilidade de, ao menos, seis horas mensais para reuniões e conexões. Nestas reuniões, a ideia é que os jovens proponham projetos e programas, e que tenham autonomia para realizá-los e gerenciá-los.

LEIA MAIS: João Lúcio de Azevedo Filho, da Cognizant, sobre a crise: “É nos momentos de maior tensão e estresse que as verdadeiras lideranças aparecem”

****
Uber Flash chega a mais 10 cidades

A Uber anunciou ontem (9) que está expandindo a categoria Uber Flash para mais dez cidades brasileiras: São José dos Campos, Santos, Campinas, Fortaleza, Manaus, Florianópolis, Brasília, Goiânia, Curitiba e Recife. A categoria, que foi lançada com o objetivo de colaborar com o distanciamento social durante a pandemia e, ao mesmo tempo, possibilitar uma opção de ganhos complementares para os motoristas parceiros, atua para enviar itens e artigos pessoais pelo mesmo preço do UberX. O serviço já funciona em São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Porto Alegre e Salvador há cerca de um mês, período onde os itens mais enviados foram presentes, flores, comida, documentos, roupas e chaves.

****
VOLL recebe novo aporte

A plataforma de gestão de transporte corporativo VOLL recebeu um novo aporte de R$ 4 milhões, liderado pela gestora de venture capital Iporanga Ventures. A rodada, que teve a participação da Wayra, hub de inovação aberta do grupo Telefónica e uma iniciativa Vivo, será usado para acelerar o crescimento da startup, com foco no desenvolvimento das áreas comercial e internacional. Entre outros serviços, a VOLL oferece a comparação de preços de corridas por aplicativos como Uber e 99, e diz oferecer uma economia média de 30% para a empresa que adota o uso do app.

****
Divulgação
Happn lança videochamadas no Brasil

O aplicativo de paqueras happn vai possibilitar que os usuários brasileiros façam videochamadas dentro do próprio aplicativo. As chamadas poderão ser feitas gratuitamente por até cinco minutos. Segundo o app, que tem buscado se adaptar às novas realidades impostas pelo distanciamento social na pandemia, os encontros por vídeo têm suprido a vontade dos usuários de se conhecerem melhor mesmo que não possam se encontrar pessoalmente. De acordo com uma pesquisa recente feita pelo app com usuários brasileiros sobre encontros, a maioria quer ter conversas “longas e profundas” para se conhecerem melhor (70%) e, de preferência, ao ar livre, quando o isolamento terminar (57%).

LEIA MAIS: Aplicativos de paquera se adaptam à era do distanciamento social

****
Rappi doa refeições para hospitais de SP

A Rappi disponibilizará 50 mil cupons de refeições no valor total de cerca de R$ 4 milhões para profissionais de hospitais da rede pública do estado de São Paulo. A startup de “entregas de tudo” espera atender 4 mil profissionais com a ação.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).