TIM tem lucro líquido normalizado de R$ 164 milhões no trimestre

A receita líquida totalizou R$ 4,215 bilhões nos primeiros três meses do ano, crescimento de 0,6% ante um ano

A TIM Brasil teve lucro líquido normalizado de R$ 164 milhões no primeiro trimestre de 2020, alta de 8,3% em relação ao mesmo período de 2019, conforme balanço publicado ontem (5).

As principais alavancas para o crescimento do lucro foram o controle de custos e despesas, o aumento da receita com serviço móvel e o aumento da receita com a banda larga TIM Live.

LEIA MAIS: TIM faz parceria com prefeitura do Rio para monitorar cidadãos durante epidemia

O Ebitda (lucro antes dos juros, impostos, depreciação e amortização) normalizado somou R$ 1,926 bilhão, aumento de 8,0% na mesma base de comparação. A margem Ebitda cresceu de 42,6% para 45,7%, resultante do aumento da receita e dos cortes de custos.

A receita líquida totalizou R$ 4,215 bilhões nos primeiros três meses do ano, crescimento de 0,6% ante um ano.

Os custos operacionais normalizados atingiram R$ 2,289 bilhões, baixa de 4,9%.

O resultado financeiro líquido foi negativo em R$ 255 milhões, montante 3,0% menor do que um ano antes.

Os dados no critério normalizado excluem receitas e despesas associados aos contratos comerciais de torres e são ajustados por impostos diferidos.

Fora do critério normalizado, o lucro líquido no primeiro trimestre foi de R$ 162 milhões, alta de 34,8%, e o Ebitda de R$ 1,924 bilhão, alta de 7,9%. (Com Agência Estado)

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).