Investidores devem ficar aliviados após redes projetarem vitória de Biden

Kevin Lamarque/Reuters
Kevin Lamarque/Reuters

Joe Biden é o 46º presidente dos Estados Unidos

Os mercados darão as boas-vindas às projeções de grandes redes que declararam o democrata Joe Biden vencedor da eleição presidencial dos EUA hoje (7), oferecendo algum alívio depois de dias em que o país recebeu relatórios conflitantes sobre quem poderia estar na Casa Branca no próximo mandato.

Os meios de comunicação e de pesquisa, incluindo a Associated Press, NBC e Edison Research, apontaram a vitória de Biden, deixando poucas dúvidas de que ele havia conquistado votos suficientes no Colégio Eleitoral para vencer.

LEIA MAIS: Joe Biden é o novo presidente dos Estados Unidos

“Biden é uma boa notícia para os mercados”, disse Christopher Stanton, diretor de investimentos da Sunrise Capital Partners, neste sábado.

O rival de Biden, o atual presidente republicano Donald Trump, promete lutar contra os resultados, dizendo que sua campanha vai abrir mais processos na segunda-feira (9).

O Comitê Nacional Republicano vem tentando levantar pelo menos US$ 60 milhões para financiar contestações legais apresentadas por Trump sobre os resultados das eleições, informou a Reuters ontem (6).

Mesmo que essas batalhas não tenham sucesso, os investidores também disseram antes das projeções que estavam preocupados com as pessoas que Biden poderia nomear para seu gabinete e se o Senado dos EUA iria para os republicanos ou democratas.

Um Senado republicano também deve controlar as nomeações de Biden para o gabinete, forçando-o a optar por escolhas mais moderadas.

Se suas escolhas são vistas como favoráveis ​​ao mercado, não está claro.

VEJA TAMBÉM: Os 10 bilionários que mais enriqueceram durante o governo Trump

Os investidores estarão observando de perto a escolha de Biden para o cargo de secretário do Tesouro, que provavelmente estará envolvido em qualquer alívio fiscal do coronavírus a ser negociado com o Congresso.

Os mercados têm avaliado nas últimas semanas as perspectivas de um pacote de estímulo.

Biden chamou o ex-regulador do mercado de derivativos Gary Gensler para trabalhar em um plano de transição para a supervisão do setor financeiro, de acordo com uma pessoa com conhecimento direto do assunto.

Os investidores há meses temem que o pior cenário para os mercados seja se o resultado for contestado, o que resultaria em incertezas sobre as eleições se arrastando por semanas. Então, se Trump ganhar algum caso, isso poderá abalar os preços dos ativos.

Os principais índices de ações dos EUA registraram seus maiores ganhos semanais desde abril nesta semana, com os investidores apostando que Biden venceria e os republicanos ficariam com o Senado, um cenário que poderia impedir qualquer grande aumento de impostos ou aperto regulatório que prejudique as empresas. (Com Reuters)

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).