Crescimento de serviços da China acelera em novembro, mostra PMI do Caixin

istock / GettyImages
istock / GettyImages

PMI de serviços do Caixin/Markit subiu a 57,8 ante 56,8 em outubro

O crescimento do setor de serviços da China acelerou em novembro, uma vez que os novos trabalhos aumentaram no ritmo mais forte em mais de uma década, mostrou hoje (03) a pesquisa Índice de Gerentes de Compras (PMI, na sigla em inglês) do Caixin/Markit, indicando recuperação da demanda após o país conter o surto de coronavírus.

O PMI de serviços do Caixin/Markit subiu a 57,8, segunda leitura mais alta desde abril de 2010, ante 56,8 em outubro. A marca de 50 separa crescimento de contração.

Os novos negócios totais atingiram em novembro o nível mais alto desde abril de 2010, com os novos trabalhos para exportação expandindo pela primeira vez em cinco meses, mostrou a pesquisa.

As empresas de serviços contrataram mais funcionários pelo quarto mês seguido em novembro e a um ritmo mais forte, enquanto a confiança empresarial aumentou para o patamar mais elevado em mais de nove anos e meio.

O PMI Composto do Markit, também divulgado nesta quinta-feira, acelerou para 57,5 de 55,7 em outubro, sinalizando o aumento mais forte na produção total chinesa desde março de 2010. (Com Reuters)

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).