Alibaba planeja emitir US$ 5 bi em títulos de dívida

Empresa planeja crescer depois de três meses afastada.

Redação
Compartilhe esta publicação:
VCG/GettyImages
VCG/GettyImages

Império de Jack Ma predente ter alta no crescimento e superar os últimos meses

Acessibilidade


O Alibaba Group planeja levantar pelo menos US$ 5 bilhões com a venda de títulos denominados em dólares neste mês, afirmaram quatro fontes com conhecimento do assunto, em meio ao escrutínio regulatório do império do cofundador Jack Ma.

Dependendo da resposta do investidor, o montante pode chegar a US$ 8 bilhões, dinheiro que o líder em comércio eletrônico provavelmente usará para despesas corporativas gerais, disse uma das fontes.

LEIA MAIS: Tudo sobre finanças e o mercado de ações

A operação será um teste do sentimento do investidor em relação ao Alibaba, em meio a uma repressão regulatória contra a companhia e a sua fintech Ant Group. Autoridades chinesas têm sido implacáveis com o império empresarial de Ma desde que ele criticou publicamente o sistema regulatório do país em outubro, e desencadeou eventos que resultaram na suspensão do IPO de US$ 37 bilhões do Ant Group.

A ausência de Ma da vista do público desde então tem alimentado especulações nas redes sociais sobre seu paradeiro.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

O plano de venda de títulos, incluindo o cronograma, não está finalizado e está sujeito a alterações, disseram as fontes, que não quiseram ser identificadas por não terem autorização para falar com a mídia. O Alibaba não quis comentar.

Desde o discurso de Ma, os reguladores chineses iniciaram uma investigação antitruste no Alibaba e ordenaram que a fintech Ant altere seus negócios de crédito e financiamento ao consumidor, incluindo a criação de uma holding para atender às necessidades de capital.

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, também aumentou as tensões, passando a proibir transações com oito aplicativos de software chineses, incluindo o aplicativo de pagamento móvel Alipay, do Ant Group.

Os reguladores chineses também estão analisando os investimentos patrimoniais da Ant em dezenas de empresas e consideram a possibilidade de instruir a empresa a vender alguns desses investimentos, informou a Reuters.

“Os investidores precisarão que Jack Ma faça algum tipo de aparição pública para lhes dar confiança de que os títulos serão bem recebidos”, disse um analista de crédito da Ásia de um banco europeu, que não era autorizado a falar com a mídia e, portanto, pediu para não ser identificado. O analista também avaliou a situação como um prêmio, dado os últimos acontecimentos envolvendo a empresa, mesmo assim, garantiu que, no longo prazo, a Alibaba ainda é uma empresa que vale a pena investir.

As ações do Alibaba listadas em Hong Kong subiram até 4% hoje (6), contra uma queda de 0,4% no índice de referência. O preço da ação havia caído 5,6% nas últimas três sessões. No mês passado, o Alibaba disse que aumentaria um programa de recompra de ações de US$ 6 bilhões para US$ 10 bilhões. (com Reuters)

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Compartilhe esta publicação: