Casa Branca voltará a impor restrições a viajantes estrangeiros

Reino Unido, Irlanda e Brasil fazem parte do grupo de países impedidos de entrar em território norte-americano.

Redação
Compartilhe esta publicação:
Tom Brenner/Reuters
Tom Brenner/Reuters

Porta-voz da Casa Branca diz que esse não é o momento para suspender restrições

Acessibilidade


A Casa Branca confirmou hoje (25) que o presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, voltará a impor uma proibição à entrada no país de praticamente todos os viajantes que não sejam norte-americanos e tenham visitado Brasil, Reino Unido, Irlanda e 26 países europeus que permitem a circulação por fronteiras abertas.

A medida iria expirar amanhã (26). A porta-voz da Casa Branca, Jen Psaki, também confirmou que Biden assinará nesta segunda-feira uma ordem que proíbe, a partir de sábado (30), a entrada da maior parte dos cidadãos não norte-americanos que tenham visitado a África do Sul recentemente.

LEIA MAIS: Taxa de mortalidade de Covid-19 da África é maior do que a global

“Com a pandemia piorando e variantes mais contagiosas se espalhando, este não é o momento para suspender restrições às viagens internacionais”, disse Jen em entrevista à imprensa.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Compartilhe esta publicação: