Petrobras diz que mandatos de diretores serão estendidos até eleição de novo presidente

Assembleia para escolha dos novos diretores deve ocorrer em 12 de abril.

Redação
Compartilhe esta publicação:
Getty Images
Getty Images

Presidente-executivo da Petrobras integra o conselho da empresa

Acessibilidade


A Petrobras informou na noite de sexta-feira que o mandato da diretoria executiva será estendido automaticamente até que o conselho de administração da empresa delibere sobre a eleição de novo presidente e diretores executivos.

A nota lembrou que os mandatos do presidente e dos diretores seriam encerrados em 20 de março.

VEJA TAMBÉM: Petrobras convoca assembleia para 12 de abril para eleger conselheiros

Mas a assembleia de acionistas para escolher os novos conselheiros, incluindo o indicado para ser o novo presidente-executivo, Joaquim Silva e Luna, só ocorrerá em 12 de abril.

O presidente-executivo da estatal integra o conselho e é eleito pelos seus pares.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

Com a extensão dos mandatos, deve ser resolvido um hiato entre a saída do atual presidente e a chegada do novo, que ocorreria devido aos trâmites para Luna ser eleito.

Fontes com conhecimento dos trâmites chegaram a dizer à Reuters que a estatal teria que ser comandada por um presidente interino, com o fim do mandado do presidente antes da assembleia.

Além de Luna, o governo indicou novos conselheiros para a Petrobras, uma vez que boa parte dos integrantes do colegiado manifestou sua intenção de deixar o grupo, juntamente com a substituição de Castello Branco, após Bolsonaro indicar um novo presidente-executivo por descontentamento sobre a política de preços de combustíveis da estatal. (Com Reuters)

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Compartilhe esta publicação: