Raia Drogasil faz novo acordo de acionistas e propõe mudanças no conselho de administração

O novo acordo tem como objetivo melhorar a governança e preparar a empresa para a estratégia de negócios que incorpora elementos do varejo online e da telemedicina.

Redação
Compartilhe esta publicação:
Reuters
Reuters

O novo acordo tem como objetivo melhorar a governança e preparar a empresa para a estratégia de negócios que incorpora elementos do varejo online e da telemedicina

Acessibilidade


A RaiaDrogasil anunciou ontem (30) um novo acordo de acionistas, válido a partir de novembro com prazo de 10 anos, com uma proposta de mudanças no conselho de administração.

A maior rede de farmácias do país afirmou em comunicado que o novo acordo, “reforça o compromisso de longo prazo das famílias Galvão, Pires Oliveira Dias e Pipponzi”, que têm 28,3% da companhia em conjunto.

LEIA MAIS: Tudo sobre finanças e o mercado de ações

“O acordo também marca encerramento do ciclo dos acionistas Guilherme Leal, Luiz Seabra e Pedro Passos como membros do grupo de controle da RD, os quais seguem como acionistas mesmo após o vencimento do acordo atualmente em vigor”, informou a companhia.

Segundo a RD, o novo acordo tem como objetivo melhorar a governança e preparar a empresa para a estratégia de negócios que incorpora uma série de elementos do varejo online e da telemedicina, que foram impulsionados pelas medidas de isolamento social no país.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

Há vários trimestres, executivos da companhia têm sinalizado esforços da Raia Drogasil para investimentos em digitalização, omnicanalidade, marketplace e oferta de serviços nas farmácias, como a aplicação de vacinas.

A companhia afirmou também que vai submeter à aprovação de investidores uma proposta para ampliar, de três para cinco, os membros independentes do conselho de administração, mantendo a representação do atual grupo de controle.

Entre os membros independentes indicados estão Sylvia Leão, que integrou as redes de varejo Wal-Mart Brasil, GPA e Carrefour Brasil; e Philipp Povel, presidente da varejista online de moda Dafiti. A chapa mantém o conselheiro independente, Marco Bonomi, ex-diretor-geral do Itaú Unibanco. (com Reuters)

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Compartilhe esta publicação: