Eletrobras aprova dividendos de R$ 1,5 bilhão e elege Rodrigo Limp como conselheiro

Bremdan McDermid/Reuters
Bremdan McDermid/Reuters

Eletrobras pagará R$ 1,5 bilhão em dividendos até o final de 2021

A Eletrobras informou que uma assembleia de acionistas ontem (27) aprovou pagar dividendos no valor total de R$ 1,5 bilhão e ainda elegeu membros do conselho de administração para mandatos até 2023.

Entre os conselheiros eleitos está o até então secretário de Energia Elétrica do Ministério de Minas e Energia, Rodrigo Limp, indicado pelo governo para assumir a presidência da Eletrobras após Wilson Ferreira Jr. ter renunciado ao cargo em janeiro.

LEIA MAIS: Confiança do consumidor no Brasil tem recuperação em abril, mas cautela permanece, diz FGV

Assim como na também estatal Petrobras, o estatuto da Eletrobras define que o presidente da companhia precisa fazer parte do conselho. Ainda não está claro quando ocorrerá a nomeação oficial de Limp como novo presidente-executivo.

Em comunicado, a Eletrobras disse que também foram aprovados para o colegiado, após indicações do governo, os nomes de Ruy Flaks Schneider, Marcelo de Siqueira Freitas, Bruno Eustáquio, Ana Carolina Tannuri, Jerônimo Antunes, Ana Silvia Corso Matte e Armando Casado de Araujo – este último atuou por anos como diretor financeiro da estatal em gestões anteriores.

Também foram eleitos Felipe Vilela Dias, pelos acionistas com papéis preferenciais, Daniel Alves Ferreira, como representante de acionistas ordinaristas, e Carlos Eduardo Pereira como representante dos funcionários da companhia.

Quanto aos dividendos, a Eletrobras disse que o pagamento aos acionistas será realizado até 31 de dezembro de 2021.

A distribuição envolverá R$ 1,2 bilhão para donos de ações ordinárias, ou R$ 0,94 por ação, e R$ 290,7 milhões para os donos de ações preferenciais classe A e B (equivalentes a R$ 1,038 por ação).

Terão direito aos pagamentos os investidores que constarem da base acionária da companhia em 27 de abril. (Com Reuters)

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).