Ibovespa abre de lado com CPI da Covid e balanços corporativos no radar

O dólar é negociado próximo da estabilidade contra o real, perdendo 0,09% e negociado a R$ 5,44 na venda

Ana Paula Pereira
Compartilhe esta publicação:

Acessibilidade


O Ibovespa abre em leve queda o pregão desta terça-feira (27), recuando 0,07% aos 120.506 pontos às 10h12, horário de Brasília, com investidores digerindo a instalação nesta manhã da CPI da Pandemia no Senado e os robustos resultados da Vale no primeiro trimestre deste ano. A mineradora registrou lucro líquido de US$ 5,5 bilhões no período, com um salto na comparação com os US$ 239 milhões do mesmo trimestre do ano passado, impulsionado pela alta dos preços do minério de ferro.

A Vale é uma das maiores produtoras globais de minério de ferro e, no período, teve um lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda) ajustado de US$ 8,35 bilhões entre janeiro e março, contra US$ 2,882 bilhões um ano antes.

No contexto político, será instalada hoje a CPI da Covid. Além da gestão na pandemia, a CPI deve se tornar palco para uma guerra de narrativas com foco nas eleições de 2022. A expectativa é que o senador Omar Aziz (PSD-AM) seja eleito presidente da CPI e o senador Renan Calheiros (MDB-AL) indicado como relator.

Em decisão liminar da noite de ontem e atendendo a uma ação movida pela deputada federal Carla Zambelli (PSL-SP), a Justiça Federal do Distrito Federal determinou que Calheiros não poderá ser nomeado relator da CPI da Covid. O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, disse, no entanto, que não admite interferência de um juiz na decisão dos senadores.

Já na Câmara dos Deputados, o presidente da Casa, Arthur Lira (PP-AL), afirmou após reunião com o ministro da Economia, Paulo Guedes, que os parlamentares irão focar na reforma tributária e estabeleceu o prazo de 3 de maio para o relator deputado Aguinaldo Ribeiro (PP-PB) disponibilizar o texto.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

O dólar era negociado entre estabilidade e leve queda contra o real no pregão desta terça-feira, perdendo 0,09% e negociado a R$ 5,44 na venda, com os investidores trabalhando em modo de espera nesta semana de agenda carregada, atentos a eventos como a instalação da CPI da Covid-19 em Brasília e a reunião de política monetária do Federal Reserve.

Nos indicadores, a pressão dos preços da gasolina arrefeceu e ajudou a prévia da inflação oficial brasileira a desacelerar em abril, mas ainda assim o IPCA-15 disparou em 12 meses bem acima do teto da meta do governo e para o maior nível desde o final de 2016. Em abril, o IPCA-15 subiu 0,60%.

Em Wall Street, os índices de ações operam em campo misto nesta manhã. O mercado digere os balanços corporativos da semana – com resultados da Alphabet e Microsoft entre os destaques do dia – e aguarda a decisão de política monetária do Federal Reserve prevista para amanhã. Os futuros do índice de tecnologia Nasdaq subiam 0,11% aos 14.026 pontos na pré mercado em Nova York. (Com Reuters)

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Compartilhe esta publicação: