J&J tem lucro acima do esperado e reporta US$ 100 milhões em vendas de vacinas

A Johnson & Johnson divulgou hoje (20) receita e lucro trimestrais acima das expectativas e elevou o pagamento de dividendos aos acionistas. Também reportou US$ 100 milhões em vendas para sua vacina contra a Covid-19, que teve o uso suspenso por reguladores dos EUA na semana passada.

A empresa, que já havia dito que a vacina estará disponível sem fins lucrativos até o fim da pandemia, também estreitou a faixa estimativa para o seu lucro ajustado em 2021.

LEIA MAIS: Anvisa certifica boas práticas de fábricas ligadas à produção de vacinas da J&J e da Sputnik V

Agências federais de saúde dos Estados Unidos recomendaram na semana passada uma pausa na aplicação da vacina contra Covid-19 da Johnson & Johnson depois de seis pessoas que a receberam desenvolverem um distúrbio raro envolvendo coágulos sanguíneos.

A empresa agora espera um lucro ajustado para o ano inteiro de US$ 9,42 a US$ 9,57 por ação, em comparação com sua previsão anterior de US$ 9,40 a US$ 9,60, após vendas em seus negócios farmacêuticos ajudarem a impulsionar o resultado.

Excluindo itens extraordinários, a empresa teve lucro de US$ 2,59 por ação, superando as estimativas dos analistas de US$ 2,34, de acordo com dados IBES da Refinitiv.

As vendas do medicamento contra o câncer Darzalex aumentaram 45,7%, para US$ 1,37 bilhão, e as vendas do Stelara, um tratamento para a doença de Crohn e psoríase, subiram cerca de 18%, para US$ 2,15 bilhões.

LEIA MAIS: Lucro da Coca-Cola supera previsões no 1º trimestre com vacinação e demanda na Ásia

O lucro líquido aumentou quase 7%, para US$ 6,20 bilhões (ou US$ 2,32 por ação). As vendas cresceram 7,9%, para US$ 22,32 bilhões, superando as estimativas de US$ 21,98 bilhões.

A empresa também declarou um aumento em seu dividendo trimestral para US$ 1,06 por ação, ante US$ 1,01. (Com Reuters)

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).