Microsoft tem resultado acima do esperado com força de computação em nuvem

O resultado, porém, não foi suficiente para fazer as ações da companhia avançarem.

Redação
Compartilhe esta publicação:


A Microsoft cumpriu as expectativas dos analistas ao divulgar receita trimestral hoje (27) com lucro acima do esperado. O resultado, porém, não foi suficiente para fazer as ações da companhia avançarem.

Acessibilidade


A receita e o lucro ajustado por ação para o terceiro trimestre encerrado em 31 de março foram de US$ 41,7 bilhões e US$ 1,95 por papel, acima das estimativas dos analistas que esperavam faturamento de US$ 41,03 bilhões e resultado positivo de 1,78 por ação, de acordo com dados da Refinitiv.

LEIA TAMBÉM: UPS apresenta resultados recordes no 1º trimestre

As ações da companhia, porém, caíram 3,4% após o fechamento regular do mercado nos Estados Unidos. Os papéis da Microsoft acumularam valorização de 50% no ano passado, impulsionados pelos impactos das medidas de isolamento social que catapultaram produtos para trabalho e estudo remoto.

A Microsoft disse que a divisão de computação em nuvem Azure cresceu 50% no trimestre – 46% quando ajustado para variações cambiais. Isso representa uma queda em relação aos 48% ajustados no trimestre anterior. No entanto, o resultado continua em linha com as expectativas dos analistas, que esperavam um crescimento de 46,3%, de acordo com dados do Visible Alpha.

O faturamento da área de “nuvem inteligente” da Microsoft, que engloba a plataforma Azure, somou US$ 15,1 bilhões, acima das estimativas dos analistas, de US$ 14,92 bilhões, de acordo com dados da Refinitiv.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

A receita da unidade de software de produtividade, que inclui o Office e o Teams, somou US$ 13,6 bilhões, em comparação com estimativas de US$ 13,49 bilhões de analistas, de acordo com a Refinitiv. O faturamento da rede social LinkedIn aumentou 23%, ligeiramente acima das estimativas da Visible Alpha, de 21,9%, já que a receita continuou a se recuperar de um declínio acentuado nas ofertas de empregos e contratações no início da pandemia.

A unidade de computação pessoal da Microsoft, que contém o sistema operacional Windows e console de videogames Xbox, teve vendas de US$ 13 bilhões, em comparação com as expectativas dos analistas de US$ 12,57 bilhões, de acordo com dados da Refinitiv. As vendas do Windows para fabricantes de PCs aumentaram 10%, em comparação com um aumento de 1% no trimestre anterior. (Com Reuters)

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Compartilhe esta publicação: