Preços do petróleo sobem com expectativa de recuperação econômica global

Anna Driver/Reuters
Anna Driver/Reuters

Os preços obtiveram suporte quando o Federal Reserve divulgou a ata de sua reunião do mês passado

Os contratos futuros do petróleo avançaram hoje (7), apoiados por uma melhora no cenário econômico global, embora um aumento nos estoques de gasolina e temores de que novos surtos do coronavírus enfraqueçam a recuperação da demanda por combustíveis tenham limitado os ganhos.

Os futuros do petróleo Brent fecharam em alta de US$ 0,42, ou 0,7%, a US$ 63,16 por barril, enquanto o petróleo dos Estados Unidos WTI (West Texas Intermediate) avançou US$ 0,44, ou 0,7%, para US$ 59,77 o barril.

LEIA MAIS: Painel da Opep+ reduz projeção para crescimento da demanda por petróleo

Os estoques de petróleo dos EUA recuaram em 3,5 milhões de barris na última semana, mas as reservas de gasolina tiveram um salto de 4 milhões de barris, segundo a AIE (Administração de Informação sobre Energia), ante as expectativas de um recuo de 221 mil barris na gasolina, conforme pesquisa da Reuters.

“Se você não precisa produzir gasolina, então também não precisa usar mais petróleo“, disse Bob Yawger, diretor de futuros de energia da Mizuho Securities.

Os preços obtiveram suporte quando o Federal Reserve divulgou a ata de sua reunião do mês passado, que reforçou a posição do banco central dos Estados Unidos de não elevar a taxa de juros, impulsionando as perspectivas de demanda por combustíveis.

Ainda assim, o aumento no número de casos da Covid-19 nas Américas, que foram responsáveis por mais da metade das mortes relacionadas ao coronavírus na semana passada, limitou os ganhos da commodity. (Com Reuters)

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).