Elon Musk não está sozinho: quatro bilionários que também são neurodiversos

NBC/GettyImages
NBC/GettyImages

Richard Branson, por exemplo, convive com a dislexia

O CEO da Tesla, Elon Musk, revelou que tem síndrome de Asperger durante o programa de TV norte-americano, “Saturday Night Live”, mas está longe de ser o primeiro empresário bilionário a divulgar que é neurodiverso.

O bilionário e fundador da empresa de gestão de investimentos, Bill Gross, também revelou em 2019 que havia sido diagnosticado com Asperger, e disse à “Bloomberg” que acredita que a condição o torna um investidor melhor: “Permite que você se concentre em coisas de longo prazo sem se confundir com os detalhes”, afirmou Gross.

LEIA MAIS: Neurodiversidade – duas empresas contam como é ter colaboradores autistas em sua força de trabalho

Gross, cuja renda é estimada pela Forbes em cerca de US$ 1,5 bilhão, também disse que o diagnóstico, provavelmente, explica sua dificuldade em manter o contato visual e seu interesse quase obsessivo em colecionar selos.

Richard Branson, com fortuna estimada pela Forbes em US$ 4,2 bilhões, falou sobre ser disléxico em uma postagem de blog de 2018, e escreveu que, quando criança, foi rotulado como “preguiçoso e burro” por ter problemas na escola: “A dislexia é apenas uma maneira diferente e criativa de pensar”, disse Branson, acrescentando que acha que a condição o torna mais criativo.

Charles Schwab, que fundou a maior corretora do país e tem uma fortuna estimada em US$ 11,4 bilhões, também teve problemas na leitura e escrita ao longo da vida por causa da dislexia.

O falecido fundador da Ikea, Ingvar Kamprad, cuja fortuna foi estimada pela Forbes em US$ 28 bilhões entre 2005 e 2010, era disléxico e até decidiu dar aos produtos da empresa nomes suecos distintos, porque seu diagnóstico dificultava seu trabalho com listagem de estoques.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).