Fortuna de Anitta é estimada em R$ 533 milhões

John Parra/Getty Images
John Parra/Getty Images

Anitta: fortuna de R$ 533 milhões e mão de ferro para gerenciar a própria carreira

Larissa de Macedo Machado, mais conhecida com Anitta, é dona de uma fortuna atual de mais de US$ 100 milhões (cerca de R$ 533 milhões), segundo a edição deste mês da Forbes México. A cantora brasileira, que foi Under 30 na primeira lista realizada pela Forbes Brasil, em 2014, e uma das Mulheres Poderosas em 2020, percebeu muito cedo que mais do que cantar e dançar, ela era seu próprio negócio.

“Fui minha empresária durante uma década e isso tinha um motivo”, contou à publicação. “As pessoas costumam subestimar o talento e a capacidade de comandar um negócio de garotas jovens que cantam, dançam e são sensuais. Por isso, desde o início, eu fui responsável por todas as decisões.”

LEIA MAIS: “Eu criei um produto para agradar à favela e ao asfalto”, diz Anitta

A estratégia deu certo. Além de ser a artista mais reproduzida no país nas plataformas de streaming, Anitta também conquistou boa parte da América Latina e até alguns outros países, sendo reconhecida pela Billboard como uma das artistas mais influentes da música.

Com mais de 50 milhões de seguidores no Instagram, 15 milhões no Twitter e outros 15 milhões de inscritos em seu canal no YouTube, a brasileira diz que a carreira de um artista deve ser encarada como qualquer outro negócio. “O artista é um produto, como se fosse uma bebida, um perfume, um aparelho de celular ou qualquer outra coisa que será vendida. É preciso pensar em todos os aspectos positivos e negativos das estratégias e como endereçar as audiências”, diz.

Em abril do ano passado, numa live na Forbes Brasil, a cantora já havia adiantado como pensou sua trajetória no início dos anos 2000. Anitta criou o que chama de “personagem”, uma artista versátil e que atende ao público. “Eu tinha que criar algo que servisse tanto para a favela quanto para o ‘asfalto’”, disse. Assim, construiu um produto de alta demanda, mas sem oferta – basicamente o segredo do sucesso para qualquer negócio. Uma verdadeira startup.

Além da atuação como artista, que inclui parcerias com diversos cantores de reggaeton em espanhol e de hip hop em inglês, Anitta é a cara de algumas marcas, mas diz que ainda não pensa em ter a sua própria. “Se eu lanço uma marca no Brasil, pode até ser um sucesso, mas a estratégia precisa ser diferente para o mercado latino-americano ou dos Estados Unidos. Por isso, para ter uma marca própria, preciso esperar o momento em que eu tenha a mesma expressão em diferentes mercados. Caso contrário, seria complicado”, diz.

“Eu vim de baixo e conquistei tudo sozinha, graças ao meu trabalho. Por isso, se decido aparecer de biquíni, a mensagem é simples: sou uma mulher empoderada, dona do meu corpo e da minha vida. E, mesmo que faça isso, continuo merecendo respeito como uma mulher de negócios bem-sucedida que rompeu as barreiras do meu próprio país. Não tenha medo do que a sociedade acha. Eu sou a prova de que tudo que a mulher quer, pode conseguir”, aconselha.

Recentemente, a vida e a carreira de Larissa estão no documentário “Anitta: Made In Honório”, da Netflix.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).