Marfrig deve ampliar participação na BRF para até 30%

O aumento de sua fatia ocorre quase dois anos após negociações anteriores fracassadas de fusão entre as duas empresas

Redação
Compartilhe esta publicação:
Paulo Whitaker/Reuters
Paulo Whitaker/Reuters

A Marfrig é gigante do setor de carne bovina e líder global em produção de hambúrgueres

Acessibilidade


A Marfrig Global Foods está aumentando sua participação na companhia de alimentos BRF por meio de leilão na B3 e deve ampliar sua fatia recém-adquirida de 24% para até 30%, disse hoje (2) à Reuters uma fonte com conhecimento sobre o assunto.

A informação sobre movimento da Marfrig foi divulgada mais cedo pelo site financeiro “Brazil Journal”.

LEIA MAIS: Marfrig busca aprovação do Cade para compra de fatia na BRF

Ontem (1), as ações da BRF saltaram quase 10% em meio a rumores no mercado de que a Marfrig poderia ampliar sua fatia na processadora de aves e suínos, para diversificar investimentos.

Por volta das 15h, a ação da BRF subia cerca de 4,5%, enquanto a da Marfrig avançava aproximadamente 3%.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

O movimento colocaria o comprador muito próximo do limite de 33,33% em que teria para fazer uma OPA (Oferta Pública de Aquisição de Ações, na sigla em inglês), de acordo com o estatuto social da BRF.

A Marfrig, gigante do setor de carne bovina e líder global em produção de hambúrgueres, não quis comentar.

A BRF, maior exportadora mundial de aves e que também produz carne suína, também preferiu não comentar.

Embora as ações da BRF tenham disparado cerca de 12% desde ontem, para uma máxima em 52 semanas, a empresa disse hoje em um comunicado que desconhecia as razões por trás do salto repentino.

Quando a Marfrig surpreendeu o mercado comprando os 24% de participação no mês passado, a empresa disse que estava interessada apenas em uma participação passiva na BRF.

No entanto, o aumento de sua fatia ocorre quase dois anos após negociações anteriores fracassadas de fusão entre as duas empresas.

Juntas, Marfrig e BRF poderiam estar em uma posição melhor para enfrentar a líder do setor JBS SA, embora qualquer união também possa trazer riscos. (Com Reuters)

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Compartilhe esta publicação: