Trading Agribrasil prepara IPO

Ueslei Marcelino
Ueslei Marcelino/Reuters

A companhia pretende utilizar os recursos captados com o IPO para investir na expansão das atividades da empresa, otimização de estrutura de capital e investimento em modernizações

A trading nacional Agribrasil informou hoje (16) que recebeu aval do conselho de administração para um IPO (Oferta Inicial de Ações), buscando assim recursos no mercado para financiar planos de expansão em ambiente dominado por gigantes como Bunge e Cargill.

A operação, a ser coordenada pelo Banco Modal e pela Caixa Econômica Federal, servirá também para que os atuais sócios da companhia vendam uma fatia no negócio, segundo ata de reunião.

LEIA TAMBÉM: Krafton busca até US$ 5 bilhões no maior IPO da Coreia do Sul

Simultaneamente, o conselho da Agribrasil aprovou a migração da listagem da companhia do segmento de acesso Bovespa Mais para o Novo Mercado, com regras mais rígidas de governança. De acordo com comunicado publicado no site da empresa, o início das negociações com as ações de sua emissão deve acontecer no próximo 21 de junho.

O anúncio reforça a movimentação da companhia de buscar recursos no mercado de capitais para financiar seu crescimento e se tornar uma das dez maiores exportadoras de grãos do Brasil em cinco anos, conforme revelou o presidente da Agribrasil, Frederico Humberg, em entrevista à Reuters em setembro passado.

De acordo com o prospecto enviado à CVM, a companhia pretende utilizar os recursos líquidos captados com o IPO para investir na expansão das atividades da empresa, por meio de aquisições de sociedades ou ativos de logística, transporte e processamento de grãos. Além de otimizar a estrutura de capital e investir em modernizações tecnológicas, como digitalização de processos e atividades.

Porém, a efetiva aplicação destes recursos depende “diversos fatores que a Companhia não pode garantir que virão a se concretizar”, segundo documento. Dentre estes fatores, foram destacas as condições de mercado vigentes.

A Agribrasil é uma exportadora de grãos de capital 100% nacional, com base em São Paulo (SP) e uma subsidiária na Suíça, responsável por viabilizar vendas diretas para o mercado externo. Suas atividades no país começaram em 2016, após ser fundada por Humberg, ex-CEO da Gavilon do Brasil.

Entre os seus serviços está a originação de soja e milho, transgênicos e não transgênicos, diretamente de cooperativas, revendas e grandes produtores no interior do país e a logística de transporte para a exportação dos grãs. Além da sede em São Paulo, a empresa possui filiais em Mato Grosso, Paraná, Bahia, Pará, Goiás e Rio Grande do Sul.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).