AT&T vai vender DirecTV na América Latina para Grupo Werthein

Mike Blake/Reuters
Mike Blake/Reuters

A transição acontecerá após a operadora de telecomunicações assumir um encargo de prejuízo de US$ 4,6 bilhões

A AT&T disse hoje (21) que venderá a Vrio, sua unidade de negócios da DirecTV na América Latina, para o grupo de investimentos argentino Grupo Werthein, após assumir um encargo de prejuízo de US$ 4,6 bilhões.

A operadora de telecomunicações disse que fez a baixa contábil no segundo trimestre, pois classificou Vrio como “reservada para venda”.

LEIA MAIS: Zoom confirma compra de operadora de call center por US$ 15 bilhões

A empresa não revelou o valor do negócio pelo qual venderá a Vrio ao Grupo Werthein. A AT&T deve divulgar seus resultados do segundo trimestre amanhã (22).

O negócio surge em meio a uma competição acirrada para os provedores de serviços de TV a cabo, enquanto a indústria luta com o cancelamento de contas dos clientes e a mudança para serviços de streaming de vídeo como Netflix e Disney +.

Além disso, a AT&T tem buscado desfazer suas aquisições carregadas de dívidas e aliviar seu balanço patrimonial.

AT&T e Discovery anunciaram em maio combinação de conteúdo da WarnerMedia – incluindo as franquias Harry Potter e Batman, rede de notícias CNN e programação esportiva – e programas não roteirizados do Discovery de redes de TV de estilo de vida. O valor da empresa combinada será de US$ 120 bilhões.

O negócio com a Vrio deve ser fechado no início de 2022. A participação de 41,3% da AT&T na Sky Mexico não faz parte do negócio, disse a empresa. (Com Reuters)


Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).