Preços ao produtor na zona do euro aceleram em maio

Alta nos preços foi impulsionada pelo aumento nos custos de energia

Redação
Compartilhe esta publicação:
Andreas Gebert/Reuters
Andreas Gebert/Reuters

Fábrica da Knaus-Tabbert AG em Jandelsbrunn, Alemanha

Acessibilidade


Os preços ao produtor na zona do euro aceleraram em maio, impulsionados pelo aumento nos custos de energia, mostraram dados da agência de estatísticas da União Europeia (UE), Eurostat, hoje (2).

A Eurostat informou que os preços na porta das fábricas nos 19 países que compartilham o euro subiram 1,3% no comparativo mensal, com um aumento de 9,6% em relação ao ano anterior.

LEIA TAMBÉM: Opep+ busca consenso para política de produção após Emirados travarem acordo

As variações de preços na porta das fábricas são geralmente transmitidas aos consumidores finais e, portanto, prenunciam as tendências na inflação que o Banco Central Europeu (BCE) visa com a sua política monetária.

A inflação na zona do euro diminuiu em junho para 1,9%, estabilizando-se nos meses de verão do hemisfério norte, antes de uma movimentação esperada bem acima da meta do BCE, devido à alta nos preços das commodities.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

O BCE quer manter o aumento dos preços ao consumidor “abaixo, mas próximo de 2%” no médio prazo. (Com Reuters)

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Compartilhe esta publicação: