Senado dos EUA aprova projeto de infraestrutura em votação bipartidária

Uma das maiores prioridades do presidente Joe Biden, pacote aprovado é de US$ 1 trilhão.

Redação
Compartilhe esta publicação:
Erin Scott/Reuters
Erin Scott/Reuters

O projeto inclui cerca de US$ 550 bilhões em novos gastos, além dos US$ 450 bilhões que já haviam sido aprovados pelo Senado

Acessibilidade


O Senado dos Estados Unidos aprovou por uma ampla margem na terça-feira (27) avançar com o projeto de infraestrutura de US$ 1 trilhão, maior prioridade do presidente Joe Biden para renovar estradas e pontes, com suporte tanto de republicanos quanto de democratas.

A votação por 66 a 28 foi considerada por parlamentares de ambos os partidos como sinal de que Washington é capaz de trabalhar, mesmo com fortes diferenças partidárias, sobre um pacote que impulsionaria a economia e facilitaria a mobilidade dos norte-americanos.

LEIA TAMBÉM: O filantropo especulador: documentário conta trajetória do bilionário George Soros

Em um sinal da complexidade tanto da proposta quanto da política em torno dela, a votação foi suspensa por mais de 45 minutos, conforme os parlamentares questionavam como isso iria afetar o acesso à internet de banda larga. O senador republicano Rob Portman disse que os parlamentares ficaram confusos com as diferentes versões do projeto.

Os senadores deverão trabalhar durante o fim de semana no plano, que pode elevar dramaticamente os gastos do país em estradas, pontes, trânsito e aeroportos. Defensores dele preveem que o plano passará no Senado e na Câmara, chegando por fim à mesa de Biden para que seja sancionado.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

O pacote inclui cerca de US$ 550 bilhões em novos gastos, além dos US$ 450 bilhões que já haviam sido aprovados. Também inclui dinheiro para eliminar tubulações de água e construir estações de recarga para veículos elétricos.

O projeto não inclui financiamento para mudança climática e iniciativas sociais que os democratas querem aprovar em um projeto separado de US$ 3,5 trilhões sem o suporte republicano. (Com Reuters)

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Compartilhe esta publicação: