Cemig tem lucro líquido de R$ 1,94 bilhão no 2º trimestre

Lucro líquido da companhia apontou resultados positivos tanto nas operações de geração e transmissão quanto de distribuição.

Redação
Compartilhe esta publicação:

A elétrica estatal mineira Cemig reportou ontem (16) lucro líquido de R$ 1,94 bilhão no segundo trimestre de 2021, alta de 80% em relação a igual período do ano passado, apontando resultados positivos tanto nas operações de geração e transmissão quanto de distribuição.

Acessibilidade


O lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda, na sigla em inglês) ajustado foi de R$ 1,32 bilhão, avanço de 39,2% na comparação anual, acrescentou a Cemig em relatório.

LEIA TAMBÉM: Em meio à corrida espacial, startup Spire anuncia fusão bilionária com Spac nos EUA

A empresa disse que o resultado foi influenciado principalmente por um salto de 112,7% no Ebitda da Cemig GT, para R$ 1,7 bilhão, diante de fatores como um reconhecimento de R$ 910 milhões pelo ressarcimento do risco hidrológico (GSF).

A Cemig também reportou um avanço de 11,3% no Ebitda de sua unidade de distribuição, puxado por um aumento de 12,4% na energia distribuída e menor PECLD em função do reforço nas iniciativas de cobrança e alteração de metodologia.

Além disso, mencionou um crescimento de 85,7% no volume de gás vendido pela Gasmig frente ao segundo trimestre de 2020, “em função da forte recuperação do segmento industrial e despacho de térmicas”, em momento em que o Brasil atravessa grave crise hídrica e requer maior acionamento de usinas termelétricas.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

As vendas de energia da Cemig atingiram 13.352 gigawatts-hora (GWh) no trimestre até junho, avanço de 4,2% no ano a ano, enquanto a receita líquida da empresa somou R$ 7,35 bilhões no período, aumento de 33,7%.

A empresa também disse possuir uma “sólida posição de caixa”, que fechou o trimestre em R$ 7 bilhões, variação positiva de 20,5% na comparação anual. (Com Reuters)

 

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Compartilhe esta publicação: