Chilena CMPC vai investir R$ 2,75 bilhões em fábrica no Rio Grande do Sul

A fábrica em Guaíba receberá novos equipamentos e melhorias no digestor, no sistema de branqueamento e na secagem de celulose, entre outros

Redação
Compartilhe esta publicação:
Fabiano Panizzi/Divulgação
Fabiano Panizzi/Divulgação

As obras estão previstas para começar neste ano e devem ser concluídas em dezembro de 2023

Acessibilidade


A papeleira chilena CMPC anunciou hoje (6) que vai investir R$ 2,75 bilhões em suas instalações no Rio Grande do Sul, recursos que devem ampliar sua capacidade de produção de celulose no estado em 18%.

A fábrica em Guaíba, segundo a companhia, receberá novos equipamentos que incluem “linhas adicionais de picador e peneiramento de cavacos, a realização de melhorias no digestor, no sistema de branqueamento, na secagem de celulose e na caustificação”.

LEIA TAMBÉM: VLI firma acordo com LD para transporte ferroviário de 500 mil toneladas de celulose por ano

As obras estão previstas para começar neste ano e devem ser concluídas em dezembro de 2023. (Com Reuters)

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Compartilhe esta publicação: