Preços do petróleo avançam mais de US$ 2 o barril após queda nos estoques dos EUA

Há uma expectativa de que a demanda por petróleo aumentará com o aumento da vacinação no país.

Redação
Compartilhe esta publicação:
Nick Oxford/Reuters
Nick Oxford/Reuters

Exploração de petróleo em Carlsbad, Novo México

Acessibilidade


Os preços do petróleo subiram mais de US$ 2 o barril ontem (15), depois que dados do governo mostraram uma queda maior do que a esperada dos estoques de petróleo nos Estados Unidos, e com expectativa de que a demanda aumentará com o aumento da vacinação.

Os estoques de petróleo bruto dos EUA caíram na semana passada para a mínima desde setembro de 2019, disse a Administração de Informação de Energia dos EUA, ampliando sua redução após o furacão Ida no final de agosto ter fechado várias refinarias e atividades de produção marítima. [EIA/S]

LEIA TAMBÉM: Superávit comercial da zona do euro recua em julho

O Brent avançou US$ 1,86, ou 2,5%, para fechar em US$ 75,46 o barril. O petróleo dos EUA (WTI) subiu US$ 2,15, ou 3,1%, para US$ 72,61 o barril.

“Os preços do Brent e do WTI estão em alta hoje, de volta próximo aos picos que atingimos no início do verão”, disse Pavel Molchanov, analista da Raymond James. “O ímpeto do petróleo continuou desde o final de agosto após o furacão Ida, enquanto o Golfo do México ainda está tentando restaurar totalmente a produção.”

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

Os estoques de petróleo e destilados dos EUA recuaram na semana passada mais do que os analistas esperavam, enquanto os estoques de gasolina também caíram, mas ficaram ligeiramente abaixo das expectativas dos analistas. (Com Reuters)

 

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Compartilhe esta publicação: