Superávit comercial da zona do euro recua em julho

Declínio do superávit se deve às importações, que aumentaram a um ritmo mais rápido do que as exportações.

Redação
Compartilhe esta publicação:
Fabian Bimmer/Reuters
Fabian Bimmer/Reuters

Contêineres e carros são carregados em trens em Maschen, perto de Hamburgo, Alemanha

Acessibilidade


O superávit comercial da zona do euro com o resto do mundo recuou em julho na comparação com o ano anterior, mostraram hoje (16) dados divulgados pela agência de estatísticas da União Europeia, uma vez que as importações aumentaram a um ritmo mais rápido do que as exportações.

A Eurostat informou que o superávit comercial não ajustado da zona do euro com o restante do mundo caiu a € 20,7 bilhões em julho, de € 26,8 bilhões em julho de 2020.

LEIA TAMBÉM: CEO do SoftBank diz que robôs inteligentes podem revitalizar crescimento e competitividade do Japão

No entanto, o superávit dos sete primeiros meses de 2021 foi bem maior, em € 122,4 bilhões contra € 112,8 bilhões entre janeiro e julho de 2020.

Ajustado para oscilações sazonais, o superávit subiu a € 13,6 bilhões de € 11,9 bilhões em junho, conforme as exportações aumentaram 1,0% no mês enquanto as importações cresceram apenas 0,3%. (Com Reuters)

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

 

 

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Compartilhe esta publicação: