Sentimento da zona do euro melhora em setembro

Otimismo é impulsionado por avanços no consumo e nos setores industriais e de construção.

Redação
Compartilhe esta publicação:
Andreas Gebert/Reuters
Andreas Gebert/Reuters

Consumidores carregam sacolas com compras em rua de Munique, Alemanha

Acessibilidade


O sentimento econômico da zona do euro avançou em setembro depois de queda em agosto, impulsionado pelo otimismo entre os consumidores e nos setores industriais e de construção, enquanto as expectativas de informação continuaram a subir entre as indústrias e os consumidores.

O indicador de sentimento econômico da Comissão Euro peia subiu a 117,8 em setembro, antes de 117,6 em agosto, depois de atingir o máximo de 119,0 em julho.

LEIA TAMBÉM: Eletrobras receberá R$ 2,67 bilhões após deliberações sobre CCC

Economistas consultados pela “Reuters” esperavam recuo do sentimento a 116,9 em julho, devido principalmente a um esperado enfraquecimento na indústria e em serviços.

Mas os dados da Comissão que o sentimento na indústria melhorou a 14,1, de 13,8 em agosto, embora tenha caído em serviços a 15,1, de 16,8.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

Os valores maiores otimismo também com uma leitura de -4,0, contra -5,3 em agosto, e no setor de construção o indicador de 7,5, de 5,5, ajudando a compensar a queda no setor de varejo parágrafo 1,3, ante 4,6.

A recuperação econômica depois da pandemia de Covid-19 e o rápido aumento dos preços de energia também provocaram o aumento das expectativas entre os consumidores e indústria.

As expectativas para os preços de venda na indústria subiram a 38,2 pontos, a nova máxima recorde na história da pesquisa em 2000, enquanto as expectativas de informação dos consumidores foram a 33,1 de 31,1 em agosto, aproximando-se do recorde de 38,7 de agosto de 2001. (Com Reuters)

 

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Compartilhe esta publicação: