Yellen diz que Delta afeta retomada e pede ao Congresso que eleve teto da dívida

A secretária do Tesouro dos EUA afirmou que a recuperação da recessão continua "frágil, mas rápida".

Redação
Compartilhe esta publicação:
Jonathan Ernst/Reuters
Jonathan Ernst/Reuters

Para Janet Yellen, a recuperação da crise ecnonômica no país continua “frágil, mas rápida”

Acessibilidade


A secretária do Tesouro dos Estados Unidos, Janet Yellen, disse a senadores hoje (28) que o país deve retornar ao pleno emprego no próximo ano apesar da variante Delta do coronavírus, e de novo pediu ao Congresso que eleve rapidamente o limite da dívida.

Em declarações preparadas para audiência no Comitê Bancário do Senado, Yellen disse que a recuperação da recessão provocada pela pandemia de Covid-19 continua “frágil, mas rápida”.

VEJA TAMBÉM: Entenda como impasse entre democratas e republicanos pode levar à paralisação do governo dos EUA

“Embora nossa economia continue a expandir e recupere uma fatia substancial dos postos de trabalho perdidos durante 2020, desafios significativos da variante Delta continuam a suprimir a velocidade da recuperação e a apresentar barreiras substanciais para uma economia vibrante”, disse Yellen.

“Ainda assim, continuo otimista sobre a trajetória de médio prazo da nossa economia, e espero que retornemos ao pleno emprego no próximo ano.”

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

Yellen também repetiu que um calote da dívida se o Congresso não elevar o limite da dívida federal vai prejudicar o crédito e a confiança nos EUA “e nosso país deverá enfrentar uma crise financeira e recessão econômica”. (Com Reuters)

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Compartilhe esta publicação: