Ações do Banco Inter caem mais de 11% após divulgação de prévia operacional

Ibovespa operava em baixa sob o impacto de temores de alta prematura dos juros nos Estados Unidos e da crise no setor imobiliário chinês

Artur Nicoceli
Compartilhe esta publicação:
Manusapon Kasosod/Getty Images
Manusapon Kasosod/Getty Images

Ações do Banco Pan também recuavam depois de anúncio da aquisição da Mosaico

Acessibilidade


Após uma semana conturbada para as ações do Banco Inter, que recuaram aproximadamente 15% entre a última segunda-feira (27) e sexta-feira (1º), os papéis BIDI11 e BIDI4 protagonizavam as maiores quedas na sessão de hoje (4). Às 13h37, horário de Brasília, caíam 10,84% e 10,39%, a R$ 45,56 e R$ 15,36, respectivamente.

Nesta manhã, a instituição financeira divulgou a prévia operacional do terceiro trimestre e informou que manteve a provisão para perdas em 2,5% da carteira de crédito para o período entre julho e setembro. A companhia informou ainda que seu índice de inadimplência acima de 90 dias, medido pelo saldo em atraso em relação à carteira total, ficou em 2,9% no trimestre, queda de 0,6 ponto percentual sobre um ano antes.

Os papéis do Banco Pan (BPAN4) também registravam queda, de 9,30%, a R$ 15,70. Na noite de ontem (3), a instituição financeira anunciou a compra da Mosaico, empresa por trás dos sites de busca Zoom, Buscapé e Bondfaro. “Como em qualquer operação de M&A, quem é comprado tende a se valorizar e quem é o comprador costuma cair porque os investidores ficam na dúvida se o valor da operação faz sentido e em quanto tempo a companhia comprada gerará retorno”, diz Bruno Madruga, sócio e head de renda variável da Monte Bravo. Os papéis da Mosaico (MOSI3) subiam 9,83%, a R$ 13,86, no mesmo horário.

A aquisição também puxou as ações do BTG Pactual para baixo, pois a instituição financeira controla 26,8% do Pan e tem participação acionária de 5,33% na Mosaico. Os papéis BPAC11 operavam em queda de 7,88%, a R$ 27,97.

As ações da CVC (CVCB3) também estão entre as principais quedas desta segunda-feira. No mesmo horário, os papéis caíram 6,83%, a R$ 21,56. A companhia informou hoje que foi vítima de um ataque cibernético do tipo ransomware, nos quais os invasores bloqueiam o acesso a servidores e cobram resgate, ocorrido no último sábado (2). Alguns sistemas ficaram indisponíveis, segundo a CVC.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

Entre os destaques positivos estão os papéis da Petrobras (PETR3 e PETR4), registravam alta de 1,53% e 1,43%, a R$ 29,12 e R$ 28,40, respectivamente, às 13h40, horário de Brasília. A empresa anunciou pela manhã que deu início ao processo de venda de sua participação de 20% na empresa MP Gulf of Mexico, detentora de campos offshore no Golfo do México.

Às 13h40, horário de Brasília, o Ibovespa caía 2,37%, aos 110.221 pontos, seguindo os mercados globais. Os investidores se mostram avessos a risco neste pregão, diante de temores de um aumento da taxa de juros nos Estados Unidos e da crise no setor imobiliário chinês.

Segundo profissionais do mercado, a Evergrande também voltava ao radar. A gigante imobiliária chinesa tem um vencimento de dívida de 260 milhões de dólares nesta segunda-feira, e um calote poderia gerar uma reação em cadeia nos setores imobiliário e financeiro, tanto na China quanto nos mercados estrangeiros.

(Com Reuters)

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Compartilhe esta publicação: