Conheça 15 bilionários que fizeram fortuna no setor de alimentação

Indústria é uma das mais representadas na lista da Forbes; juntos, os 15 brasileiros possuem fortuna estimada em R$ 73,64 bilhões.

Mariangela Castro
Compartilhe esta publicação:
Leticia Moreira
Leticia Moreira

Aos 84 anos, Abílio dos Santos Diniz, ex-dono do Pão de Açúcar, é o nome do setor com a melhor colocação na lista da Forbes

Acessibilidade


O setor alimentício também marca presença no pódio de segmentos mais bem representados na lista de bilionários brasileiros da Forbes. Em terceiro lugar entre as áreas listadas, 19 dos 315 superricos que integram o ranking deste ano fizeram suas fortunas em empresas de alimentação.

O nome do setor melhor colocado no ranking é Abílio dos Santos Diniz, que ocupa a 17ª posição com R$ 15,6 bilhões. Aos 84 anos, Diniz é ex-dono do Pão de Açúcar e investe em empresas nacionais fechadas, como a rede de padarias Benjamin e a startup de vinhos Wine.com. Ele também é sócio do Carrefour Brasil e do Carrefour global.

LEIA TAMBÉM: Forbes 400: Conheça os bilionários de private equity mais ricos dos EUA de 2021

Diniz é um dos poucos do setor que está listado também no ranking mundial da Forbes, na 1231ª colocação – mas não é único. Os irmãos Joesley e Wesley Mendonça Batista, filhos do fundador da JBS, José Batista Sobrinho, também fazem parte da lista global, empatados na 790ª posição. No Brasil, eles dividem a 24ª posição da lista de 2021, cada um com R$ 13,95 bilhões.

A empresa de alimentos com maior participação no ranking brasileiro da Forbes é M. Dias Branco, ainda que os nomes por trás dela não estejam nas posições mais altas. Entre os 15 mais ricos do segmento de alimentação, seis deles têm a companhia como fonte de fortuna.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

O maior destaque é para Maria Consuelo Leão Dias Branco, com 86 anos e um patrimônio de R$ 6 bilhões. Viúva de Francisco Ivens de Sá Dias Branco (1934-2016), ela é a principal acionista da alimentícia criada pelo marido. Com a morte de Ivens, os cinco filhos do empresário também passaram a deter participações da companhia, e cada um tem fortuna estimada pela Forbes em R$ 1,2 bilhão.

Jorge Luiz Silva Logemann e sua família também integram o ranking. Com patrimônio de R$ 6,2 bilhões, os Logemann comandam o grupo gaúcho SLC, que inclui a SLC Agrícola, uma das maiores proprietárias de terras cultivadas do país. Até 2018, o empresário também era dono da SLC Alimentos, comprada pela Camil por R$ 308 milhões.

A Camil Alimentos, maior beneficiadora de arroz e feijão da América Latina, também aparece na lista com Jairo Santos Quartiero e família. O empresário acumula fortuna de R$ 3,32 bilhões e ocupa a 138ª posição do ranking. O portfólio da Camil Alimentos inclui marcas como Açúcar União e Coqueiro.

A 89ª edição da revista Forbes está disponível para download no aplicativo com a versão completa da exclusiva lista de bilionários brasileiros. Veja a seguir quem são os mais ricos do setor de alimentos representados na lista de 2021. Juntos, eles possuem patrimônio estimado em R$ 73,64 bilhões:

  • Abílio dos Santos Diniz

    Idade: 84 anos
    Fortuna: R$ 15,6 bilhões
    Origem do patrimônio: Pão de Açúcar
    Posição no ranking: 17ª posição

    Letícia Moreira
  • Joesley e Wesley Mendonça Batista

    Idade: 49 e 51 anos
    Fortuna: R$ 13,95 bilhões cada
    Origem do patrimônio: JBS
    Posição no ranking: 24ª posição (empate)

    Getty Images/Forbes
  • Jorge Luiz Silva Logemann e família

    Idade: 67 anos
    Fortuna: R$ 6,2 bilhões
    Origem do patrimônio: SLC
    Posição no ranking: 83ª posição

    Divulgação/SLC
  • Maria Consuelo Leão Dias Branco

    Idade: 86 anos
    Fortuna: R$ 6 bilhões
    Origem do patrimônio: M. Dias Branco
    Posição no ranking: 84ª posição

    Reprodução/Riomar Fortaleza
  • Jairo Santos Quartiero e família

    Idade: ND
    Fortuna: R$ 3,32 bilhões
    Origem do patrimônio: Camil Alimentos
    Posição no ranking: 138ª posição

    Forbes
  • Amarílio Proença de Macêdo e família

    Idade: 76 anos
    Fortuna: R$ 2,8 bilhões
    Origem do patrimônio: Grupo J. Macêdo
    Posição no ranking: 165ª posição

    Divulgação
  • Alexandre Tadeu da Costa

    Idade: 50 anos
    Fortuna: R$ 2,1 bilhões
    Origem do patrimônio: Cacau Show
    Posição no ranking: 210ª posição

    Lailson Santos
  • Marcos Odorico Oderich

    Idade: 65 anos
    Fortuna: R$ 1,9 bilhões
    Origem do patrimônio: Oderich Conservas
    Posição no ranking: 217ª posição

    Forbes
  • Mitsuo Matsunaga e família

    Idade: ND
    Fortuna: R$ 1,82 bilhões
    Origem do patrimônio: Kitano
    Posição no ranking: 222ª posição

    Forbes
  • Francisco Cláudio Saraiva Leão Dias Branco, Francisco Ivens de Sá Dias Branco Júnior, Francisco Marcos Saraiva Leão Dias Branco, Maria das Graças Dias Branco da Escóssia, Maria Regina Saraiva Leão Dias Branco Ximenes

    Idade: 54, 60, 56, 61, 59 anos
    Fortuna: R$ 1,2 bilhões cada
    Origem do patrimônio: M. Dias Branco
    Posição no ranking: 284ª posição

    Divulgação/Bühler

Abílio dos Santos Diniz

Idade: 84 anos
Fortuna: R$ 15,6 bilhões
Origem do patrimônio: Pão de Açúcar
Posição no ranking: 17ª posição

Compartilhe esta publicação: