Indiano Mukesh Ambani entra para lista dos bilionários com fortuna superior a US$ 100 bilhões

Superação da marca ocorreu por causa da valorização de cerca de 30% das ações da companhia Reliance Industries neste ano .

Ramakrishnan Narayanan
Compartilhe esta publicação:
GettyImages
GettyImages

Mukesh Ambani e sua esposa, Nita Ambani, na reunião geral da Reliance Industries em julho de 2018, em Mumbai, na Índia

Acessibilidade


O indiano Mukesh Ambani se juntou a um clube exclusivo na semana passada, quando o seu patrimônio líquido ultrapassou a marca de US$ 100 bilhões, de acordo com levantamento da Forbes. O novo patamar foi alcançado com a valorização de cerca de 30% das ações da companhia Reliance Industries ao longo deste ano.

Ambani é apenas a décima pessoa no ranking global de bilionários a se juntar a nomes como Elon Musk e Jeff Bezos com patrimônio líquido de 12 dígitos. Ele está atualmente em 10º lugar, com uma fortuna estimada em US$ 101,4 bilhões.

VEJA TAMBÉM: Forbes 400: quem são os norte-americanos mais ricos de 2021

A maior parte da riqueza de Ambani é derivada da participação na Reliance, empresa de refino de petróleo e petroquímica, que ele herdou do pai, Dhirubhai Ambani. Desde então, a companhia foi transformada em um vasto conglomerado que abrange produtos petroquímicos, petróleo e gás, telecomunicações e varejo.

A reentrada de Ambani no setor de telecomunicações, em 2016, ocorreu por meio da Reliance Jio, que agora é a maior operadora móvel em número de assinantes. A empresa também desenvolveu recentemente um smartphone em parceria com o Google.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

A Reliance foi fundada em 1966 como uma pequena indústria têxtil. Após a morte de Dhirubhai, em 2002, Mukesh e o irmão Anil dividiram o império da família. Integrantes da terceira geração também estão envolvidos nos negócios.

Na reunião anual de acionistas da empresa em junho, Ambani esboçou um plano ambicioso para transformar o negócio de energia em um legado voltado à energia verde. Para o projeto, comprometeu cerca de US$ 10 bilhões em até três anos. A Reliance pretende montar quatro fábricas para fazer módulos solares fotovoltaicos, baterias de armazenamento de energia, eletrolisador e célula de combustível. A intenção da companhia é alcançar 100 GW de energia solar até 2030.

Ambani também destacou que a Reliance levantou US$ 44,4 bilhões, o maior aumento de capital já feito por qualquer empresa em um ano. O montante foi obtido por meio de vendas de ações na Jio Platforms e Reliance Retail e de outros ativos. A Jio Platforms é o negócio digital do grupo, que detém a unidade de telecomunicações. Os investidores incluíram grandes empresas de private equity, como TPG, General Atlantic e KKR, bem como gigantes da tecnologia, a exemplo de Facebook e Google.

VEJA TAMBÉM: 10 maiores bilionários brasileiros em 2021

“Este aumento de capital é um forte voto de confiança dos investidores globais no potencial de crescimento da Índia. Isso reflete sua fé na capacidade da empresa de executar projetos ambiciosos e planos de criação de valor de longo prazo”, disse Ambani durante a reunião de acionistas.

Em 2018, Ambani contratou a cantora norte-americana Beyoncé para se apresentar no casamento de sua filha, Isha Ambani. A lista de convidados para o evento também incluía celebridades como Hillary Clinton. Sua filha também foi uma das damas de honra no casamento de Nick Jonas com a atriz Priyanka Chopra. Na época, o evento foi estimado como um dos casamentos mais caros e glamorosos da Índia

Compartilhe esta publicação: