JBS adquire grupo e marcas premium de charcutaria italiana por US$ 92,5 milhões

A transação garante à companhia brasileira presença nas três maiores regiões da Itália produtoras de especialidades da charcutaria .

Da Reuters
Compartilhe esta publicação:
Ueslei Marcelino/Reuters
Ueslei Marcelino/Reuters

A JBS acaba de comprar 100% do Grupo King´s

Acessibilidade


A companhia de alimentos JBS assinou acordo para aquisição de 100% do Grupo King´s por meio de sua subsidiária Rigamonti, avançando em marcas premium de charcutaria italiana, com um investimento de US$ 92,5 milhões, de acordo com comunicado ao mercado hoje (13).

Com a aquisição, a maior produtora de carnes do mundo assume as quatro fábricas do Grupo King’s na Itália, sendo duas na província de Parma, uma em Vicenza e a quarta em Udine, além de toda a operação nos Estados Unidos, que inclui uma planta dedicada a fatiamento de peças em Nova Jersey.

VEJA TAMBÉM: Lista Forbes Agro100: 10 maiores empresas faturam R$ 806,1 bi

A transação garante à JBS presença nas três maiores regiões da Itália produtoras de especialidades da charcutaria com selos D.O.P. e I.G.P. (Denominação de Origem Protegida e Indicação Geográfica Protegida) e é estratégica para a expansão nos Estados Unidos, na Europa e outras regiões.

“Esta aquisição segue o direcionamento estratégico de crescer em produtos de altíssimo valor agregado. Nos coloca entre os líderes da salumeria italiana e alavanca a estratégia comercial nos Estados Unidos, onde estamos investindo US$ 200 milhões em uma fábrica de especialidades italiana”, disse o CEO global da JBS, Gilberto Tomazoni, em nota.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

A JBS mencionou que está construindo uma nova fábrica de especialidades italianas em Columbia, no Missouri, que deve entrar em operação em 2022.

O negócio na Itália abrange ainda a operação comercial de duas marcas históricas, conhecidas pela alta qualidade no mercado de charcutaria: a King’s, fundada em 1907 em Sossano, e a marca Principe, fundada em 1945 em Trieste.

Acompanhe em primeira mão o conteúdo do Forbes Money no Telegram

A empresa ainda passa a deter também a participação de 20% na Piggly, considerado primeiro criador de suínos sustentável e 100% livre de antibióticos da Itália, com unidades em Mantova e Verona.

A transação está sujeita à validação das autoridades antitruste, acrescentou a companhia.

Compartilhe esta publicação: