Fechamento Ibovespa: Fluxo estrangeiro e temporada de balanços levam Bolsa a fechar em alta

O índice brasileiro se manteve na contramão dos mercados internacionais que registraram perdas por causa da crise entre Rússia e Ucrânia .

Vitória Fernandes
Compartilhe esta publicação:

Acessibilidade


O Ibovespa fechou hoje (22) em alta de 1,04%, a 112.891 pontos, após um pregão positivo para as empresas negociadas no Brasil. O índice foi impulsionado pela temporada de balanços financeiros e pela entrada de capital estrangeiro.

Apesar do fechamento em alta, a crescente tensão entre Rússia e Ucrânia continua a abalar os mercados internacionais.

Acompanhe em primeira mão o conteúdo do Forbes Money no Telegram

O dólar se manteve em queda e encerrou o dia em baixa de 1,09%, negociado a R$ 5,0511, o menor patamar dos últimos quase oito meses. A moeda chegou a operar na casa de R$ 5,04 com o real valorizado à medida que investidores globais voltaram a privilegiar divisas de juros mais elevados e atreladas às commodities.

O petróleo se valorizou no início do dia e se aproximou da marca de US$ 100 por barril, mas fechou a US$ 93,60. Os papéis da Petrobras (PETR3 e PETR4) reagiram à movimentação e caíram 1,66% e 0,44%.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

“As ações da Petrobras sofreram um revés no início da tarde, quando o petróleo perdia força no mercado internacional e, principalmente, após o ex-presidente Lula criticar a ‘dolarização’ do preço dos combustíveis”, afirma Alexsandro Nishimura, economista e sócio da BRA.

Os papéis do Grupo Soma (SOMA3) registraram forte alta no dia, de 7,32%, seguidos pelos da Cogna (COGN3), que avançaram 7,05%.

“A queda na curva de juros e a continuidade do fluxo estrangeiro beneficiam o varejo. A volta dos programas de incentivo ao crédito e retorno às aulas presenciais em março favorecem o setor de educação”, avalia a Ativa Investimentos em relatório.

Do outro lado do índice, as ações da Americanas (AMER3) registraram a maior queda do pregão, de 5,40%. As plataformas de ecommerce do grupo – Americanas, Submarino e Shoptime – seguem fora do ar. A companhia já perdeu R$ 2 bilhões em valor de mercado desde a suspensão das operações, no sábado (19).

As empresas que divulgaram balanço financeiro ontem (21) também movimentaram o dia. A Movida (MOVI3) registrou lucro líquido ajustado de R$ 276,7 milhões, alta de 99,5% na comparação anual. As ações fecharam em alta de 8,85%. Do outro lado, o Banco Inter (BIDI11) informou queda de 67% no lucro líquido do 4º trimestre e viu seus papéis recuarem 9,62%.

Em Wall Street, os principais índices fecharam em queda de olho no avanço da disputa entre os vizinhos do leste europeu.

Na tarde de hoje, o presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, anunciou o primeiro pacote de sanções contra a Rússia pelo que ele disse ser o início de uma invasão na Ucrânia, e prometeu punições mais severas se Moscou continuar com as atividades militares na região.

O Dow Jones recuou de 1,42% a 33.596 pontos; o S&P 500 perdeu 1,01%, a 4.304 pontos; e o Nasdaq fechou em queda de 1,23% a 13.381 pontos. (Com Reuters)

Compartilhe esta publicação: