Biden anuncia revogação de status comercial permanente e normal dado à Rússia

A mudança do status comercial normal e permanente abre caminho para que os EUA imponham tarifas a uma ampla gama de produtos russos.

Reuters
Compartilhe esta publicação:
REUTERS/Kevin Lamarque
REUTERS/Kevin Lamarque

A revogação do status comercial da Rússia pelo presidente dos EUA, Joe Biden, aumenta a pressão sobre uma economia que está à beira de uma profunda recessão

Acessibilidade


O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, disse hoje (11) que o país vai revogar as “relações comerciais normais e permanentes” com a Rússia, para punir Moscou por sua invasão da Ucrânia.

A mudança, que o líder norte-americano disse fazer parte de ações combinadas com aliados ocidentais, abrirá caminho para que os EUA imponham tarifas a uma ampla gama de produtos russos, aumentando a pressão sobre uma economia que está à beira de uma profunda recessão.

Cada país deve implementar a mudança no status comercial da Rússia com base em seus próprios processos nacionais. Os movimentos coordenados de Washington, Londres e outros aliados se somam a uma série de sanções sem precedentes, controles de exportação e restrições bancárias destinadas a fazer com que o presidente russo, Vladimir Putin, encerre a maior guerra na Europa desde a Segunda Guerra Mundial.

A Rússia chama suas ações na Ucrânia de “operação especial”.

Compartilhe esta publicação: