Elon Musk diz que acordo com Twitter está "pausado"

A aquisição foi aprovada pelo conselho da companhia em abril.

Robert Hart
Compartilhe esta publicação:
SOPA Images/Getty Images
SOPA Images/Getty Images

Musk já havia dito que remover spam e contas falsas do Twitter será uma de suas “principais” prioridades

Acessibilidade


As ações do Twitter (TWTR) recuaram durante as negociações de pré-mercado na manhã de hoje (13), depois que o bilionário Elon Musk disse que seu acordo para comprar a empresa de mídia social está “pausado” até que ele obtenha mais informações sobre o número de contas falsas e de spam na plataforma.

Musk, cuja oferta de compra do Twitter por US$ 44 bilhões foi aceita pelo conselho da empresa em abril, disse que o acordo de aquisição estava “temporariamente suspenso” em meio a preocupações com o número de contas falsas e de spam no site.

Acompanhe em primeira mão o conteúdo do Forbes Money no Telegram

O bilionário ressaltou que estava aguardando detalhes que apoiassem o cálculo da empresa de que contas falsas ou spam representavam menos de 5% de seus usuários.

As ações do Twitter caíram 14% no pré-mercado após o anúncio.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

Musk já havia dito que remover spam e contas falsas do Twitter será uma de suas “principais” prioridades.

Embora o Twitter estime que essas contas representem menos de 5% dos usuários ativos diários, ele tem um histórico de erros matemáticos nessa área, até mesmo contando erroneamente o número de usuários diários que teve por três anos consecutivos.

A pausa é o mais recente revés nos planos de aquisição de Musk, que enfrentaram oposição inicial do conselho e ainda não foram finalizados.

A Securities and Exchange Commission (SEC) também está investigando Musk depois que ele adiou a divulgação de sua grande participação no Twitter, algo pelo qual um acionista também o processou.

O anúncio ocorre menos de um dia após o Twitter divulgar a saída chocante de dois executivos de alto nível, um congelamento de contratações e medidas de corte de custos, em parte por falta de público e metas de crescimento.

As ações da fabricante de carros elétricos Tesla (TSLA), liderada e cofundada por Musk, subiram quase 6% nas negociações de pré-mercado nesta manhã após o anúncio. O valor dos ativos da companhia mudou drasticamente em resposta a outros desenvolvimentos relacionados ao acordo de Musk no Twitter.

Compartilhe esta publicação: