Itaúsa tem lucro recorrente de R$3,8 bilhões no 1º trimestre

O crescimento foi impulsionado pelos desempenhos das empresas do grupo e também pela venda de ações da XP

Reuters
Compartilhe esta publicação:

Acessibilidade


A holding Itaúsa teve lucro líquido recorrente de R$ 3,8 bilhões no primeiro trimestre, um crescimento de 59,1% sobre o resultado de um ano antes, impulsionado pelos desempenhos das empresas do grupo e também pela venda de ações da XP.

A companhia afirmou que a venda de 2,14% do capital da XP (12 milhões de ações Classe A) no trimestre “impactou o resultado” em R$ 1,1 bilhão, líquido de impostos, e elevou o caixa da holding em R$ 1,8 bilhão. A Itaúsa ainda tem 11,51% da XP.

A Itaúsa, que além do Itaú Unibanco tem participações em empresas como Dexco e Alpargatas, afirmou que dependendo das condições dos mercados poderá vender até o final do ano mais 24 milhões da XP em 2022.

O setor financeiro da holding, formado por Itaú Unibanco e XP, entregou um resultado recorrente de R$ 2,78 bilhões no trimestre, alta de 15% sobre um ano antes.

O restante dos investimentos da holding mostrou alta de 52% no resultado recorrente combinado, a R$ 173 milhões.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

Forbes abre inscrições para lista Under 30 2022

Compartilhe esta publicação: