Musk promete mais US$ 6,25 bilhões para financiar compra do Twitter

As ações do Twitter saltaram cerca de 6% no after-market

Reuters
Compartilhe esta publicação:
SOPA Images/Getty Images
SOPA Images/Getty Images

O conselho de administração do Twitter aprovou, em abril, a proposta de compra da empresa por Elon Musk

Acessibilidade


Elon Musk prometeu hoje (25) um financiamento adicional de US$ 6,25 bilhões (R$ 30,22 bilhões) em ações para financiar a oferta de US$ 44 bilhões (R$ 212 bilhões) pelo Twitter, reduzindo o empréstimo de margem do bilionário contra suas ações Tesla para zero.

A divulgação sinaliza que Musk está trabalhando para concluir o acordo, embora na semana passada tenha condicionado a conclusão à apresentação pelo Twitter de provas de que os bots de spam representam menos de 5% do total de usuários.

Musk disse que também está conversando com acionistas, incluindo Jack Dorsey, por compromissos de financiamento adicionais para financiar o acordo.

As ações do Twitter saltaram cerca de 6% no after-market.

Musk inicialmente pegou um empréstimo com margem de US$ 12,5 bilhões (R$ 60,40 bilhões), mas no início deste mês o reduziu para US$ 6,25 bilhões (R$ 30,22 bilhões) depois de trazer coinvestidores.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

Em abril, Musk garantiu US$ 46,50 bilhões (R$ 224,84 bilhões) em dívida para comprar o Twitter, com ele próprio comprometendo US$ 33,50 bilhões (R$ 161,98 bilhões).

O conselho do Twitter inicialmente votou por uma pílula de veneno para limitar a capacidade de Musk elevar sua fatia no negócio, mas depois votou por unanimidade para aceitar a oferta.

>> Inscreva-se ou indique alguém para a seleção Under 30 de 2022

Compartilhe esta publicação: