Ações do Banco Inter (INTR) caem 11% em estreia na Nasdaq

O índice Nasdaq opera em sentido oposto e registra alta de 0,99%

Naty Falla
Compartilhe esta publicação:
Imagem mostra logo do Inter em um celular
SOPAImages/GettyImages

Ações do Banco Inter (INTR) caem 11% em estreia na Nasdaq

Acessibilidade


As ações da Inter&Co (INTR), holding do Banco Inter, começaram a ser negociadas hoje (23) na Bolsa de tecnologia Nasdaq, nos Estados Unidos. Por volta das 15h35 (horário de Brasília), os papéis da companhia caíam 11%, a US$ 3,51 (R$ 18,38). O índice, por sua vez, operava em alta de 0,99%, aos 11.162 pontos.

“A baixa ocorre em um dia em que as empresas de tecnologia têm se beneficiado, mostrando um descompasso entre as ações do Inter com o mercado norte-americano. Por lá, as ações dos bancos também estão caindo, e apesar de o Inter se encontrar numa categoria mista, o setor financeiro pode estar trazendo impactos”, analisa o estrategista da Avenue Securities Guilherme Zanin.

Acompanhe em primeira mão o conteúdo do Forbes Money no Telegram

As ações ordinárias (BIDI3), preferenciais (BIDI4) e as units (BIDI11) deixaram de ser negociados na Bolsa brasileira na última sexta (17), após a reorganização societária do banco. Na segunda (20), os BDRs (sigla em inglês para Brazilian Depositary Receipts) começaram a operar na B3 sob o ticker INBR31.

A estreia da Inter&Co ocorre em meio a um cenário desafiador. Segundo uma pesquisa do Goldman Sachs, investidores estão mais pessimistas com a economia dos Estados Unidos e prevêem um maior risco de recessão.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

Apesar dos alertas de especialistas de que o momento é de cautela por causa da alta inflação e do aperto monetário nos EUA, Helena Caldeira, CFO do Inter, afirmou em entrevista à Forbes Brasil que a empresa está tranquila para realizar a migração neste momento. 

Segundo a executiva, a companhia pretende com a estreia aumentar sua visibilidade e entregar um crescimento nos negócios, com perspectiva de aumento na base de correntistas, além de uma maior utilização dos serviços.

Calendário de negociações

Os acionistas do Banco Inter tiveram até o dia 20 de maio para escolher se trocavam as ações por BDRs (INBR31) listados na B3 ou se recebiam o valor dos papéis em dinheiro (cash-out).

Na última segunda-feira (20), a instituição começou a negociar seus certificados na Bolsa brasileira e, com isso, os ativos foram consolidados em um único. No dia, os BDRs fecharam a sessão em alta de 1,92%, a R$ 21,20. Hoje, no entanto, eles caem 3,39%, a R$ 18,43, às 15h30.

Ontem (22), os acionistas puderam pedir às corretoras para converter o BDR em INTR, ticker negociado no índice Nasdaq. Para isso, era preciso já possuir ações da companhia, além de uma conta internacional de investimentos.

>> Inscreva-se ou indique alguém para a seleção Under 30 de 2022

Compartilhe esta publicação: