Tenista número 1 do mundo se aposenta aos 25 anos 

Ashleigh Barty anunciou hoje (23) que está se aposentando, depois de ter conquistado seu terceiro Grand Slam no Aberto da Austrália, por estar "exausta" .

Siladitya Ray
Compartilhe esta publicação:

A australiana Ashleigh Barty, que ganhou seu terceiro Grand Slam e é a oitava atleta mais bem paga do mundo, está deixando o esporte

Acessibilidade


A tenista australiana e número um do mundo, Ashleigh Barty, anunciou hoje (23) que está se aposentando do esporte. A decisão que chocou o mundo do tênis veio meses depois de a tenista de 25 anos ter conquistado seu terceiro Grand Slam no Aberto da Austrália. A atleta é a oitava mais bem paga do mundo, com ganhos em campo de US$ 3 milhões. 

Em um vídeo publicado em sua página do Instagram, Barty disse que não tinha mais “força física” ou “desejo emocional” para se desafiar no nível mais alto do esporte. A estrela do tênis acrescentou que estava “exausta” e sentiu que era hora de “perseguir outros sonhos”.

Esta é a segunda aposentadoria de Barty, que se afastou do esporte quando adolescente, em 2014, devido ao esgotamento e ao estresse das viagens constantes. Após uma breve passagem como jogadora de críquete na Big Bash League australiana, pelo Brisbane Heat, ela retornou à turnê de tênis feminino em 2016. 

A estrela australiana rapidamente subiu no ranking e conquistou três títulos de Grand Slam — o Aberto da França de 2019, o Wimbledon de 2021 e o Aberto da Austrália de 2022 — em três superfícies diferentes — saibro, grama e quadra dura. Barty passou um total de 121 semanas classificada como a melhor tenista do mundo e desenvolveu uma rivalidade competitiva na quadra com a outra jovem superestrela do esporte, Naomi Osaka. Mas mesmo com seu sucesso, ela falou abertamente sobre a saudade de casa e a aversão a turnês constantes.

Lembrando de sua aposentadoria anterior, disse que sabe que “já fez isso antes”, e que este é um “sentimento muito diferente”. Ela contou que teve a ideia de se afastar do esporte depois de vencer o Wimbledon no ano passado, que era seu “único sonho verdadeiro”, mas adiou a decisão porque parte dela ainda não estava satisfeita. Isso mudou com sua vitória no Aberto da Austrália em janeiro, que ela considerou a maneira perfeita de comemorar sua “jornada incrível” no tênis.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

Conhecida por sua personalidade calma e descontraída, Barty foi uma das jogadoras mais populares do circuito de tênis e sua decisão de se aposentar levou a uma onda de apoio e elogios por suas conquistas. A estrela do tênis romena e ex-número 1 do mundo, Simona Halep, twittou: “Estou em lágrimas”, acrescentando que sentirá falta de Barty na turnê. O tenista britânico Andy Murray também twittou: “Feliz por Ash Barty, destruído pelo tênis, que jogadora”. 

 

Compartilhe esta publicação: