Google começará a reabrir escritórios em julho

Empresa prevê que vai chegar a 30% de sua capacidade total em setembro

Redação
Compartilhe esta publicação:
Charles Platiau/Reuters
Charles Platiau/Reuters

O Google dará a cada empregado uma mesada de US$ 1,000, ou valor equivalente em cada país, para custear equipamentos necessários para a montagem de escritórios caseiros

Acessibilidade


O Google, da Alphabet, anunciou ontem (26) que vai reabrir seus edifícios em mais cidades com cerca de 10% de sua capacidade total, começando no dia 6 de julho e chegando a 30% em setembro, se as condições permitirem.

O Google e seu rival da área de tecnologia Facebook permitiram que seus empregados trabalhem de casa desde o início de março, seguindo restrições ordenadas por governos para conter a propagação do coronavírus.

LEIA MAIS: Apple e Google lançam tecnologia de rastreamento de contato

A empresa afirmou ontem que dará a cada empregado uma mesada de US$ 1,000, ou valor equivalente em cada país, para custear equipamentos necessários para a montagem de escritórios caseiros, já que espera que a grande maioria deles trabalhe de casa pelo resto do ano.

Há um número limitado de empregados cujas funções são necessárias nos escritórios ainda neste ano, e eles poderão retornar de maneira limitada e rotativa, afirmou o presidente-executivo da empresa, Sundar Pichai, em uma postagem. (Com Reuters)

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Inscreva-se no Canal Forbes Pitch, no Telegram, para saber tudo sobre empreendedorismo: .

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Compartilhe esta publicação: