Dona do TikTok, ByteDance vai desenvolver chips de inteligência artificial

Reprodução/Reuters
Reprodução/Reuters

ByteDance já está contratando profissionais especializados em Pequim e Zangai, conforme mostra o site oficial

ByteDance, a dona do aplicativo TikTok, está planejando desenvolver semicondutores, segundo uma fonte com conhecimento no assunto e o que sugerem anúncios de vagas de trabalho da companhia.

O plano ainda está em estágio inicial e o foco da empresa são chips servidores baseados na arquitetura Arm (Acorn RISC Machine), disse a fonte.

LEIA MAIS: Fabricantes de chips na Ásia correm para acelerar produção

A suspeita foi fomentada após a ByteDance publicar uma dezena de anúncios de postos de trabalho relacionados ao setor de semicondutores em seu site oficial, a maioria na região de Pequim e Xangai.

A companhia ainda criou uma equipe para explorar o desenvolvimento de chips voltados a aplicações de IA, afirmou a ByteDance à revista chinesa de negócios Caijing.

Apesar disso, a marca não quis comentar o assunto quando foi contactada pela Reuters.

VEJA TAMBÉM: Google nomeia executiva para supervisionar pesquisa em inteligência artificial

As empresas de tecnologia chinesas estão ampliando esforços para projetarem seus próprios chips. A iniciativa é um sinal da ambição do país de reduzir a dependência de companhias internacionais como Qualcomm e Nvidia.

Segundo a empresa de pesquisa ICInsights, dos US$ 143 bilhões em chips vendidos na China em 2020, apenas 22,7 bilhões equivaleram a semicondutores produzidos no país, dos quais 8,3 bilhões foram fabricados por companhias com sede na China. (Com Reuters)

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).