SoftBank reduz negócios de robótica e interrompe produção do Pepper

O recuo reflete o enfraquecimento do plano do presidente-executivo da empresa de torná-la líder na indústria de robôs.

Redação
Compartilhe esta publicação:
NurPhoto/ Getty Images
NurPhoto/ Getty Images

O recuo da SoftBank em seus negócios de robótica reflete o enfraquecimento do plano do presidente-executivo da empresa de torná-la líder na indústria de robôs

Acessibilidade


O SoftBank Group está cortando empregos em seu negócio global de robótica e parou de produzir seu robô Pepper, de acordo com fontes e documentos analisados pela Reuters, enquanto o conglomerado reduz suas ambições no setor.

A produção do humanóide Pepper, apontado como o primeiro robô com “um coração”, foi interrompido no ano passado, segundo três fontes familiarizadas com o assunto e os documentos. Seria caro reiniciar a produção, disseram duas fontes.

LEIA MAIS: Braço do Baidu quer oferecer robotáxis para 3 milhões de usuários em 2023

Montado pela Foxconn na China, o Pepper foi criado para ajudar a cobrir a escassez de mão de obra, mas teve dificuldade em encontrar uma base de clientes global. Apenas 27.000 unidades foram produzidas, disse uma das fontes.

O recuo reflete o enfraquecimento do plano do presidente-executivo Masayoshi Son de tornar o SoftBank o líder na indústria de robótica, produzindo máquinas semelhantes a humanos que pudessem servir clientes e cuidar de crianças.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

Nesse contexto, o SoftBank planeja eliminar cerca de metade de seus 330 cargos na França em setembro, de acordo com quatro fontes e documentos, cortando o coração histórico do negócio, cujas origens estão na aquisição pelo SoftBank em 2012 da firma francesa de robótica Aldebaran.

Metade da equipe já foi cortada de operações de vendas menores nos Estados Unidos e no Reino Unido, disseram três das fontes, com funcionários no Japão transferidos do negócio de robótica.

Na França, as negociações sobre demissões estão em andamento e os números finais não foram decididos, disse um porta-voz do SoftBank. Funcionários também foram demitidos nos EUA e no Reino Unido e realocados no Japão, disse o porta-voz.

LEIA MAIS: Empresas de robótica arrecadam US$ 6,3 bilhões em capital de risco durante a pandemia

A SoftBank “continuará a fazer investimentos significativos em robôs de próxima geração para atender nossos clientes e parceiros”, disse a empresa francesa de robótica em um comunicado. (Com Reuters)

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Compartilhe esta publicação: