Mercado plant-based pode lucrar US$ 370 bilhões em 2035, Loft, AWS & Muito Mais

TENDÊNCIAS INTERNACIONAIS

Procura por veículos totalmente elétricos na UE aumenta três vezes em 2021

A demanda por novos veículos totalmente elétricos na UE (União Europeia) saltou 231,58% entre o segundo trimestre de 2020 e 2021. Os números refletem um crescimento triplo na demanda por veículos totalmente elétricos, de acordo com dados adquiridos pelo “Finbold”. O portal indica que o registro de EVs no segundo trimestre deste ano foi de 751.460, um salto de pelo menos três vezes em relação aos 236.015 registrados no mesmo período do ano passado.

Segundo o portal, o aumento da procura por esse tipo de carro no velho continente é motivado pelo objetivo da Comissão Europeia de alcançar uma economia neutra para o clima até 2050, com restrições severas às emissões automotivas. Nesse contexto, os fabricantes de automóveis estão assumindo compromissos com as mudanças climáticas e, ao mesmo tempo, acelerando seus investimentos em eletrificação.

Siga todas as novidades da Forbes Tech no Telegram

Veja, na galeria de fotos a seguir, o que mais aconteceu na última semana no setor de tecnologia e inovação:

 

  • TENDÊNCIAS INTERNACIONAIS

    Mercado plant-based cresce e pode atingir U$ 370 bilhões em 2035

    O setor de plant-based, produtos elaborados sem proteínas de origem animal, terá um crescimento anual médio de quase 12% até 2027, segundo relatório da Meticulous Market Research. O mercado global pode chegar a US$ 370 bilhões em 2035, de acordo com outro levantamento, desta vez da consultoria A.T. Kearney.

    No Brasil, a demanda por esses produtos é crescente: uma pesquisa do The Good Food Institute em parceria com o Ibope detectou que 39% dos flexitarianos (pessoas que diminuíram o consumo de produtos de origem animal, mas não os cortaram definitivamente) buscam substituir os alimentos animais pelos vegetais pelo menos três vezes por semana. Para estes consumidores, o principal critério na hora de comprar proteínas vegetais é ter uma quantidade menor de gordura, citado por 43% dos respondentes.

    Hinterhaus Productions/Getty Images
  • TENDÊNCIAS NACIONAIS

    PMEs faturam mais de R$ 1 bilhão com e-commerce no primeiro semestre de 2021

    As PMEs (pequenas e médias empresas) brasileiras aumentaram em 140% o seu faturamento com vendas online no primeiro semestre de 2021 em comparação com o mesmo período do ano passado. Ao todo, esses empreendimentos movimentaram mais de R$ 1 bilhão, contra os R$ 428 milhões calculados em 2020. O levantamento baseia-se no banco de dados da Nuvemshop, plataforma de e-commerce com mais de 85 mil lojas virtuais na América Latina.

    A companhia indica que, mesmo com o avanço da vacinação, a expectativa é que as vendas pela internet continuem sendo a alternativa mais viável para muitos comerciantes. Houve um crescimento de 121% no volume de produtos vendidos no e-commerce, que saltou de 9,3 milhões no primeiro semestre de 2020 para mais de 20 milhões no mesmo período de 2021. Segundo a Nuvemshop, os segmentos que mais faturaram com o e-commerce nos primeiro seis meses deste ano foram moda (R$ 342,8 milhões), saúde & beleza (R$ 85,8 milhões), acessórios (R$ 72,3 milhões), casa & jardim (R$ 42,2 milhões) e eletrônicos (R$ 27,7 milhões). Em paralelo, as categorias que mais aumentaram suas vendas e estão ganhando cada vez mais força no comércio eletrônico são antiguidades (+782%), joias (+174%), brinquedos (+127%) e artes & artesanatos (+126%).

    oxygen/Getty Images
  • O QUE MAIS ESTÁ ACONTECENDO NO ECOSSISTEMA

    GSK CH e Big Data criam sistema para modernizar mercado farma

    A GSK Consumer Healthcare anunciou, com exclusividade à Forbes, que uniu-se à Big Data para lançar, em todo o Brasil, um sistema de venda com base em inteligência artificial. O algoritmo permite que farmacêuticos independentes recebam uma recomendação personalizada sobre quais produtos e quais quantidades é melhor comprar. A tecnologia oferece um desconto inteligente para cada farmácia, calculado a partir da adesão do farmacêutico à recomendação.

    john M Lund/Getty Images
  • O QUE MAIS ESTÁ ACONTECENDO NO ECOSSISTEMA

    Fórmula 1 e AWS desenvolvem carro de corrida de última geração

    A Fórmula 1 apresentou o novo carro de corrida que será utilizado por equipes na temporada de 2022. O projeto foi executado usando CFD (dinâmica dos fluidos computacionais, na sigla em inglês) e mais de 1.150 núcleos de computação da AWS (Amazon Web Services). Segundo a F1, o principal objetivo ao redesenhar os veículos foi propiciar mais ultrapassagens, atualmente restritas devido à perda aerodinâmica.

    Divulgação
  • O QUE MAIS ESTÁ ACONTECENDO NO ECOSSISTEMA

    KPMG investe R$ 1 milhão na WE Impact

    A KPMG está oferecendo um apoio institucional à venture builder WE Impact, dedicada a startups de tecnologia lideradas por mulheres. A iniciativa conta com um investimento de R$ 1 milhão em debêntures simples de série única não conversíveis em ações, além de mentorias coletivas, realização de eventos e compartilhamento de conteúdo. A colaboração também permitirá que os recursos direcionados às startups investidas incluam uma rede exclusiva de profissionais de destaque no mercado e grandes corporações para apoiar o aperfeiçoamento de seus produtos tecnológicos, construção de times e desenvolvimento de growth mindset.

    Sarah Mason/Getty Images
  • O QUE MAIS ESTÁ ACONTECENDO NO ECOSSISTEMA

    Benfeitoria cria LAB de inovação com soluções para grandes marcas

    Criada em 2011 como uma plataforma de matchfunding para mobilização de recursos para projetos de impacto cultural, social, econômico e ambiental, a Benfeitoria contou, com exclusividade à Forbes, que acaba de lançar o LAB Benfeitor. Com o objetivo de oferecer tanto aos agentes de fomento quanto aos administradores das campanhas um atendimento especializado desde o primeiro contato, a empresa disponibiliza serviços de consultoria, comunicação (design, social media e marketing) e atendimento. A iniciativa oferece às marcas outras oportunidades de fazer com que elas ganhem em legado e propósito, entre elas, programas de engajamento, fundos colaborativos e vale benfeitor.

    Laurence Dutton/Getty Images
  • O QUE MAIS ESTÁ ACONTECENDO NO ECOSSISTEMA

    BYJU’S Future School chega ao Brasil para ensinar programação para crianças

    A plataforma indiana de educação online BYJU’S Future School anunciou hoje (28) o início das atividades no Brasil com aulas de programação para alunos entre seis e 14 anos. “Ao ser apresentado à linguagem dos códigos, o aluno aprimora o raciocínio e desenvolve habilidades complementares que o capacitam a ser um cidadão mais preparado para lidar com os desafios do futuro. Quanto mais pessoas que dominam a tecnologia e são capazes de se reinventar o país tiver, melhor para o crescimento de todos”, avalia o country manager da BYJU’S Future School no Brasil, Fernando Prado.

    Divulgação
  • O QUE MAIS ESTÁ ACONTECENDO NO ECOSSISTEMA

    Portal do NIC.br permite que usuários verifiquem a qualidade da internet

    O Ceptro.br (Centro de Estudos e Pesquisas em Tecnologia de Redes e Operações) do NIC.br (Núcleo de Informação e Coordenação do Ponto BR) acaba de lançar o Portal Medições. A plataforma oferece meios de verificação da qualidade da internet para consumidores, provedores de internet e órgãos públicos brasileiros. Entre as soluções possíveis, estão métricas como latência (medida de tempo para uma mensagem ir a um destino e voltar), velocidade de download, upload e software de código aberto para roteadores.

    Andrew Brookes/Getty Images
  • O QUE MAIS ESTÁ ACONTECENDO NO ECOSSISTEMA

    Loft reduz tempo de espera e passa a atender clientes em até seis segundos

    O unicórnio brasileiro do mercado imobiliário Loft diminuiu o tempo de espera em seu atendimento ao implementar uma área de sucesso do consumidor. A inovação reduziu o tempo de suporte ao cliente de um minuto para cerca de seis segundos. A área trabalha em parceria com a de experiência ao cliente e tem o objetivo de melhorar o relacionamento com os clientes por meio de processos, pessoas e tecnologia.

    Thomas Barwick/Getty Images
  • O QUE MAIS ESTÁ ACONTECENDO NO ECOSSISTEMA

    XP investe na edutech Resilia

    A XP anunciou recentemente um investimento minoritário na Resilia, edutech que atua na inserção de jovens no mercado de trabalho a partir de cursos de programação e habilidades comportamentais. Com a parceria, o sócio e diretor executivo da XP Inc., Gabriel Leal, e Marta Pinheiro, diretora de ESG, ocuparão cargos no conselho da startup, com o objetivo de acelerar o desenvolvimento dos negócios.

    Holloway/Getty Images
  • CRESCIMENTO

    Empresa de alimentos saudáveis e orgânicos cresce 150% no primeiro semestre

    Com exclusividade à Forbes, a Raízs, foodtech que conecta pequenos produtores aos consumidores finais, revelou que registrou um aumento de 150% no faturamento no primeiro semestre de 2021 em comparação com o mesmo período do ano passado. Em relação à base de clientes, houve um salto de 50%. A companhia movimenta diariamente cerca de 10 toneladas de orgânicos vindos de agricultura familiar, e oferece mais de 2.500 itens em categorias como mercearia, bebidas e laticínios, ovos, aves, carnes, pescados e produtos para a casa. Para complementar o seu portfólio de produtos, a Raízs acaba de lançar duas categorias próprias: os higienizados orgânicos e Empório, com castanhas, grãos e frutas secas.

    Yuichiro Chino/Getty Images
  • CRESCIMENTO

    Startup cresce 48% com solução para preservar medicamentos

    A catarinense Sensorweb, especialista em soluções de Internet das Coisas para a cadeia fria da saúde e logística (responsável pela conservação, manuseio, transporte e distribuição de produtos), registrou um salto de 48% no número de novos negócios firmados entre março e julho de 2021 em relação aos mesmos meses do ano passado. A informação foi adiantada com exclusividade à Forbes. Segundo a startup, o crescimento se deu por conta de uma maior participação do segmento logístico que, no ano passado, respondia por 34% dos negócios fechados pela companhia e,neste ano, passou a responder por 45% dos novos clientes. De acordo com Mariana Amorim, coordenadora comercial da Sensorweb, a alta é puxada pelas empresas transportadoras de produtos refrigerados destinados à saúde.

    djgunner/Getty Images
  • TECNOLOGIA DO BEM

    Algoritmo identifica risco de infartos em tomografia comum de tórax

    Pesquisadores de um estudo publicado na revista “Nature” desenvolveram um algoritmo que usa modelos de aprendizagem profunda e inteligência artificial para automatizar a pontuação do escore de cálcio nas artérias coronárias e atuar na predição de potenciais complicações cardíacas na população, sem a necessidade de exames mais complexos. Com a análise da calcificação de cálcio nas artérias, os pacientes podem traçar ações preventivas, capazes de prevenir o estreitamento dos vasos sanguíneos, que causa a limitação do fluxo sanguíneo para o coração.

    manusapon kasosod/Getty Images

TENDÊNCIAS INTERNACIONAIS

Mercado plant-based cresce e pode atingir U$ 370 bilhões em 2035

O setor de plant-based, produtos elaborados sem proteínas de origem animal, terá um crescimento anual médio de quase 12% até 2027, segundo relatório da Meticulous Market Research. O mercado global pode chegar a US$ 370 bilhões em 2035, de acordo com outro levantamento, desta vez da consultoria A.T. Kearney.

No Brasil, a demanda por esses produtos é crescente: uma pesquisa do The Good Food Institute em parceria com o Ibope detectou que 39% dos flexitarianos (pessoas que diminuíram o consumo de produtos de origem animal, mas não os cortaram definitivamente) buscam substituir os alimentos animais pelos vegetais pelo menos três vezes por semana. Para estes consumidores, o principal critério na hora de comprar proteínas vegetais é ter uma quantidade menor de gordura, citado por 43% dos respondentes.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).