Rede social de áudio Clubhouse não é mais limitada a convites

Dado Ruvic/Reuters
Dado Ruvic/Reuters

Com um crescimento explosivo durante os primeiros meses da pandemia, o Clubhouse afirmou que sempre planejou se abrir ao público

O aplicativo de áudio ao vivo Clubhouse removeu seu sistema de acesso apenas por convite para que qualquer pessoa possa aderir à sua plataforma, afirmou a empresa hoje (21).

A rede social, que viu um crescimento explosivo durante os primeiros meses da pandemia, afirmou que sempre planejou se abrir ao público e que o acesso via convite vinha sendo uma forma de conter os números de usuários.

LEIA TAMBÉM: Startup lança ferramenta que calcula expectativa de vida com base na profissão

O Clubhouse enfrenta atualmente uma série de rivais, incluindo as redes sociais gigantes Facebook e Twitter, bem como empresas de streaming de áudio como a Spotify.

A empresa afirmou que adicionou 10 milhões de usuários desde o lançamento da versão do aplicativo para Android em maio.

A companhia, que afirmou que sua equipe cresceu desde janeiro de 8 para 58 pessoas, lançou um recurso para mensagens diretas na semana passada. (Com Reuters)

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).