TikTok reforça controles de privacidade para adolescentes

A plataforma tenta responder a críticas de que não protegeu as crianças de publicidade oculta e conteúdo impróprio.

Redação
Compartilhe esta publicação:
Dado Ruvic/Reuters
Dado Ruvic/Reuters

O TikTok disse que vai reduzir o período de tempo durante o qual menores de 18 anos recebem alertas de notificações

Acessibilidade


O TikTok anunciou hoje (12) controles de privacidade mais rígidos para adolescentes, buscando responder a críticas de que não protegeu as crianças de publicidade oculta e conteúdo impróprio.

A empresa afirmou que as mudanças, direcionadas a usuários com idades entre 13 e 17 anos, serão implementadas globalmente nos próximos meses.

LEIA MAIS: ByteDance, dona do Tiktok, retoma plano de IPO em Hong Kong

Um pop-up aparecerá pedindo que os adolescentes com menos de 16 anos escolham quem pode assistir a seus vídeos antes de publicá-los.

“O processo de fazer um TikTok é divertido e criativo – escolher música, escolher efeitos e fazer as transições certas – mas também é importante escolher com quem o vídeo será compartilhado”, disse a diretora de políticas públicas de segurança infantil do TikTok, Alexandra Evans, e Aruna Sharma, chefe global de privacidade do aplicativo.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

Os usuários de 16 a 17 anos podem ativar um recurso em que um pop-up aparecerá e os deixará escolher quem pode baixar seus vídeos públicos. Os downloads são permanentemente desativados em conteúdo de contas de menores de 16 anos.

As configurações de mensagens diretas para as contas de 16 e 17 anos serão definidas como “ninguém”. Os usuários podem alterar a opção.

A TikTok disse que vai reduzir o período de tempo durante o qual menores de 18 anos recebem alertas de notificações. Aqueles com idade entre 13 e 15 anos não receberão mais alertas de notificações a partir das 21h, enquanto aqueles com 16 e 17 anos a partir das 22h.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Compartilhe esta publicação: