China desenvolve protótipo de helicóptero miniatura para missões em Marte

A agência de ciência espacial chinesa disse que a máquina pode ser uma ferramenta para novas explorações do país no Planeta Vermelho.

Redação
Compartilhe esta publicação:
Tingshu Wang/Reuters
Tingshu Wang/Reuters

O helicopétero tem aparência semelhante ao desenvolvido pela Nasa para sua missão Perseverance em Marte

Acessibilidade


A China desenvolve um protótipo de helicóptero miniatura para trabalhos de vigilância em futuras missões em Marte, de acordo com sua agência de ciência espacial, na esteira do pouso histórico de uma sonda robótica no Planeta Vermelho alguns meses atrás.

O protótipo é semelhante na aparência ao helicóptero robótico Ingenuity, desenvolvido pela Nasa (Agência Aeroespacial dos Estados Unidos) para sua missão Perseverance deste ano, segundo uma foto publicada no site do Centro Nacional de Ciência Espacial da China ontem (1).

VEJA TAMBÉM: Cowboys do espaço: 9 bilionários que já foram ou têm passagem marcada para viajar além da Terra

A agência disse que o helicóptero poderia ser uma ferramenta para a exploração subsequente da China em Marte, mas não forneceu detalhes.

A China pousou uma sonda em Marte em maio, sua primeira missão ao planeta, tornando-se o segundo país a fazê-lo depois dos EUA. O Perseverance da Nasa pousou em solo marciano em fevereiro.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

Da sonda da Nasa, o Ingenuity fez seu primeiro voo em abril, quando pairou três metros acima da superfície – o primeiro uso bem-sucedido de uma aeronave terrestre em outro planeta.

O desafio para o Ingenuity de 1,8 quilo é a atmosfera tênue do planeta, que só tem 1% da densidade daquela da Terra.

Como o Ingenuity, o protótipo chinês usa duas lâminas de rotor, uma base com sensor e câmera e quatro pernas finas, mas não tem um painel solar no topo, como sua parente norte-americana, de acordo com a foto.

O Ingenuity já fez mais de 10 excursões desde abril, cobrindo uma distância de mais de dois quilômetros e voando cerca de 20 minutos no total. (Com Reuters)

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Compartilhe esta publicação: