EXCLUSIVO: Com plataforma de games no Brasil, Ubisoft mira mercado de R$ 12 bi

Publisher francesa amplia oferta de jogos em nuvem para os brasileiros; em 2020, a América Latina foi responsável por um crescimento de 70% nas receitas da companhia.

Luiz Gustavo Pacete
Compartilhe esta publicação:
Reprodução/Ubisoft
Reprodução/Ubisoft

Far Cry 6, título recente da Ubisoft, é um dos destaques do serviço de streaming lançado no Brasil

Acessibilidade


A Ubisoft, desenvolvedora de games de origem francesa, que está entre as 20 maiores do mundo, com receita de €2,24 bilhões no ano fiscal 2020-2021, lança nesta terça-feira (19) no Brasil, o Ubisoft+, plataforma de games em modelo de assinatura que terá mais de cem jogos disponíveis para PC. No portfólio, clássicos como Far Cry 6, Assassin´s Creed Valhalla, Watch Dogs e outras franquias. Com um valor mensal de R$ 49,99, o serviço terá um sistema de recompensas a serem resgatados dentro dos próprios jogos.

A estratégia da Ubisoft mira o lucrativo mercado de games no Brasil que deve movimentar mais de R$ 12 bilhões neste ano, segundo a consultoria Newzoo. Globalmente, o país ocupa a 12ª posição em receitas desta indústria e é líder na América Latina. O passo da publisher, que teve crescimento de mais de 70% em suas receitas na região no ano passado, em função da pandemia e o aumento no consumo de games, está em linha com o movimento do segmento de jogos eletrônicos em oferecer opções de entretenimento on demand para ser baixado e disponível em nuvem.

LEIA TAMBÉM: FIFA e EA forçam o bilionário setor de games a repensar propriedade intelectual

Na semana passada, a Nvidia também lançou por aqui a GeForce Now, plataforma de jogos em cloud que concorre com outros serviços como Xbox Cloud Gaming, da Microsoft, o Google Stadia, Amazon Luna e Apple Arcade.

De acordo com Bertrand Chaverot, diretor-geral da Ubisoft na América Latina, esse movimento é inevitável para uma indústria aquecida e com jornadas de consumo cada vez mais multiplataformas. “O crescimento do consumo de serviços de streaming globalmente e o aumento na base de jogadores em PC nos levaram a ampliar a oferta de serviços que se encaixem na rotina dos jogadores”, afirma.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

A última edição da Pesquisa Game Brasil (PGBR), divulgada em abril deste ano, aponta o smartphone como a principal plataforma de consumo de games, sendo a primeira opção de 41,6% dos gamers brasileiros. Os consoles vêm em seguida com 25,8% de preferência e os PCs atendem a uma fatia de 18,3%. Geralmente, nos PCs, os gamers costumam jogar até 1 hora por dia. No entanto, conforme constata o levantamento, uma das principais características dos jogadores brasileiros é o uso de várias plataformas em um mesmo dia.

 

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Compartilhe esta publicação: