William Shatner, de "Star Trek", torna-se o viajante espacial mais velho do mundo

Empresa de Jeff Bezos, Blue Origin embarcou o ator em uma viagem suborbital.

Redação
Compartilhe esta publicação:
Mario Anzuoni/Reuters
Mario Anzuoni/Reuters

Conhecido por estrelar o Capitão James T. Kirk na série “Star Trek”, William Shatner se tornou o viajante espacial mais velho da história

Acessibilidade


Hoje (13), o ator William Shatner embarcou a bordo do foguete da Blue Origin  em uma viagem suborbital, pousou no deserto do Texas e se tornou, aos 90 anos, a pessoa mais idosa de todos os tempos a ir ao espaço –uma experiência que ele chamou de profunda– enquanto a empresa do bilionário norte-americano Jeff Bezos realizava seu segundo voo espacial de turismo.

O ator foi um dos quatro passageiros a viajar por cerca de 10 minutos dentro da espaçonave New Shepard de 18,3 metros de comprimento totalmente autônoma, que partiu da plataforma de lançamento da Blue Origin, localizada a cerca de 32 quilômetros da cidade rural Van Horn, no oeste do Texas.

LEIA TAMBÉM: SpaceX, de Elon Musk, é avaliada em mais de US$ 100 bilhões

A cápsula voltou ao deserto do Texas de paraquedas, levantando uma nuvem de poeira no pouso. Shatner saiu com cautela da cápsula em meio ao silêncio do deserto, aparentemente pensativo enquanto os outros comemoravam com aplausos e garrafas de champanhe. Bezos estave presente e abraçou Shatner.

“O que você me deu é a experiência mais profunda que posso imaginar”, disse Shatner a Bezos enquanto os dois conversavam. “Estou tão emocionado com o que acabou de acontecer.”

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

Shatner também comentou sobre a beleza da cor azul da Terra vista do espaço.

Os quatro astronautas, todos vestindo macacões de vôo azuis com o nome da empresa em letras brancas em uma das mangas, subiram na cápsula da tripulação no topo da espaçonave antes do lançamento e apertaram os cintos depois de subirem um lance de escadas acompanhados por Bezos. Cada um tocou uma campainha antes de entrar na cápsula, com Bezos fechando a escotilha. Antes disso, eles chegaram em um veículo, com Bezos ao volante, até a plataforma de lançamento.

Os ventos estavam fracos e o céu limpo para o lançamento, que foi conduzido após dois atrasos, totalizando cerca de 45 minutos.

Junto a Shatner –que materializou a promessa das viagens espaciais na série de televisão e nos filmes da franquia “Star Trek”– estavam Chris Boshuizen, ex-engenheiro da Agência Aeroespacial dos Estados Unidos (Nasa), Glen de Vries, empreendedor do setor de pesquisa clínica, e Audrey Powers, vice-presidente e engenheira da Blue Origin.

Esse foi o segundo voo de turismo espacial da Blue Origin, empresa do bilionário norte-americano Jeff Bezos, fundada há duas décadas.

A empresa fez um voo de estreia bem-sucedido em 20 de julho com Bezos e outras três pessoas, indo e voltando do limiar do espaço em uma viagem de 10 minutos e 10 segundos.

Shatner, que fez 90 anos em março, atua desde 1950 e continua ocupado com projetos de entretenimento e convenções de fãs. Ele é mais conhecido por estrelar o Capitão James T. Kirk da nave estelar Enterprise na clássica série de TV dos anos 1960 “Star Trek” e sete filmes subsequentes sobre aventuras fictícias no espaço sideral. (Com Reuters)

Compartilhe esta publicação: