Conheça o piloto de F1 virtual que vai competir na Fórmula 2 real

O turco Cem Bölükbaşı, de 24 anos, foi oficializado pela equipe Charouz e é o primeiro atleta que chega à competição vindo dos e-sports.

Luiz Gustavo Pacete
Compartilhe esta publicação:

O atleta turco compete pela F1 e-sports desde 2017 quando a categoria foi criada (Crédito: Getty Images)

Acessibilidade


Aos 24 anos, o piloto turco Cem Bölükbaşı protagoniza, neste ano de 2022, um fato histórico, pela primeira vez um atleta que compete pela Fórmula 1 por meio dos e-sports, chega a uma categoria real, no caso, a Fórmula 2. Na quarta-feira, 12, Cem foi anunciado pela equipe Charouz para a segunda principal categoria do automobilismo mundial.

O atleta compete pela F1 e-sports desde 2017 quando a categoria foi criada. Disputou os campeonatos de 2018 e 2019 pela Toro Rosso. Apesar da habilidade nos volantes virtuais, Cem tinha o objetivo de tornar-se piloto real. Esse caminho se deu por meio de uma passagem na GT4 da Europa.

No entanto, com a pandemia, ele retornou aos games competindo, em 2020, pela Renault, quando foi campeão mundial. Foi em 2021 que o sonho das pistas reais passou a ser realidade onde ele passou pela GT4 Euro, Le Mans, F3 Asiática e Euroformula, até chegar à Fórmula 2. De acordo com o site Grande Prêmio, o Brasil chegou a ter um brasileiro que disputou a F1 e-sports e chegou a correr pela Fórmula 3, o brasileiro Igor Fraga que acabou não tendo um bom rendimento.

Por que a F1 investe em games?

A aproximação da F1 dos games tem sido uma estratégia, sobretudo, de diálogo com as novas gerações. Em novembro do ano passado, no Brasil, a Heineken, que mantém por cinco edições seguidas o naming rights da etapa brasileira, realizou um torneio virtual do jogo F1 2021 que reúne pilotos, gamers e consumidores em busca de um título.

Compartilhe esta publicação: