Capitalizada, Tembici amplia projeto de expansão para Colômbia

Startup de mobilidade elétrica vai investir R$ 53 milhões para aumentar o sistema de mobilidade que mantém em Bogotá e em outras regiões do país .

Andressa Barbosa
Compartilhe esta publicação:
Divulgação/Midori de Lucca
Divulgação/Midori de Lucca

O iFood é um dos parceiros da Tembici no Brasil que utiliza o serviço para ampliar o alcance de seu delivery, mesmo sistema de parcerias será aplicado na Colômbia

Acessibilidade


A Tembici, empresa especializada em tecnologia para micromobilidade, anunciou, em setembro de 2021, o investimento de R$53 milhões, levantamento feito em série C, para implantar seu sistema em Bogotá, capital da Colômbia. Presente no Brasil, Chile e Argentina, a startup foi a vencedora da licitação que contou com o apoio da GIZ (Agência Alemã de Cooperação Internacional) e da organização C40 Cidades Finance Facility.

O projeto, que agora está sendo lançado, faz parte da estratégia de expansão regional da startup. “Bogotá é referência em mobilidade ativa e conta com uma excelente malha cicloviária com mais de 550 quilômetros de estrutura. Sua primeira ciclovia tem quase 50 anos. Trazendo a experiência que conquistamos nos últimos onze anos, com um investimento robusto em tecnologia e e-bikes. Temos a missão de transformar as cidades e a forma como as pessoas se deslocam e esse é mais um importante passo em direção a esse propósito”, diz Tomás Martins, CEO e cofundador da Tembici.

LEIA TAMBÉM: Para CRO da Tembici, C-Level deve se aproximar das comunidades

Localizações e intermodalidade

As estações da Tembici serão lançadas nos bairros Usaquén, Chapinero, Barrios Unidos, Santa Fe e La Candelaria.  Os locais são previamente definidos por meio de estudos e análises realizados pelo time de urbanistas da empresa, avaliando critérios como proximidade à infraestrutura cicloviária, possibilidades de maior demanda e integração com o transporte coletivo. O sistema entrará em operação gradativamente a partir do segundo semestre de 2022 e prevê ter todo o serviço de bicicletas e estações disponível em setembro.

Crescimento acelerado

O último trimestre de 2021 ficou marcado para a Tembici como o início da grande expansão. Em setembro de 2021, a Tembici anunciou seu terceiro aporte no valor de US$80 milhões, com o objetivo de aumentar a atuação em novos países e expandir o número de bikes elétricas. Em outubro, a empresa inaugurou com marca própria o sistema em Brasília, que, com apenas três meses de operação, já é um sucesso e acumula um crescimento de mais de 150% de usuários. Na sequência, foi a vez de anunciar, juntamente ao parceiro iFood, a expansão do iFood Pedal para as demais praças brasileiras de atuação da Tembici.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.
Compartilhe esta publicação: